Diferenças entre edições de "Jair Bolsonaro"

6 538 bytes adicionados ,  01h46min de 10 de abril de 2016
m
Revertidas edições por 201.42.212.223, para a última versão por 177.195.65.3
m (Revertidas edições por 201.42.212.223, para a última versão por 177.195.65.3)
| Cor = #c0c0c0
}}
[[w:Jair Bolsonaro|'''Jair Bolsonaro''']] (Campinas, [[21 de março]] de [[1955]]) é um militar e político brasileiro. Cumpre sua sexta legislatura na Câmara dos Deputados (até 31 de janeiro de 2015). É pai de [[Flávio Bolsonaro]].
----
 
*"Voltem para o zoológico".
:''- Declarou a um grupo de representantes dos negros que manifestavam contra a eleição de [[Marco Feliciano]] para presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados.'' <ref>http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/politica/2013/03/07/interna_politica,353386/sessao-na-comissao-de-direitos-humanos-reinicia-com-bate-boca-na-camara.shtml</ref>
 
*"Deveriam ter sido fuzilados uns 30 mil corruptos, a começar pelo presidente Fernando Henrique Cardoso".
:''- Sobre o então Presidente em exercício [[Fernando Henrique Cardoso]].'' <ref>http://www2.uol.com.br/JC/_1999/2505/po2505l.htm</ref>
 
*"Eu falei para Robson Tuma ficar na dele, senão o enchia de porrada."
:''-Sobre Robson Tuma.'' <ref>http://veja.abril.com.br/251198/p_042.html</ref>
 
* "Gastaram muito chumbo com o Lamarca. Ele devia ter sido morto a coronhadas."
:''-Sobre [[Carlos Lamarca]] <ref>http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:9se02e4MoboJ:veja.abril.com.br/120100/p_049.html+Veja+1996+%22Jair+Bolsonaro%22&hl=pt-BR&ct=clnk&cd=1&gl=br</ref>
 
* "Pinochet devia ter matado mais gente."
:''-Sobre [[Augusto Pinochet]].'' <ref>http://veja.abril.com.br/021298/p_039.html</ref>
 
*"Já vai tarde".
:''- Quando Luís Eduardo Carlos Magalhães faleceu, filho de Antonio Carlos Magalhães (ACM). Revista Veja, 1998
 
*"É um índio que está a soldo aqui em Brasília, veio de avião, vai agora comer uma costelinha de porco, tomar um chope, provavelmente um uísque, e quem sabe telefonar para alguém para a noite sua ser mais agradável. Esse é o índio que vem falar aqui de reserva indígena. Ele devia ir comer um capim ali fora para manter as suas origens". <ref>http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u401933.shtml</ref>
:''- Após receber um copo d'água no rosto por uma das lideranças do sateré-maués em uma audiência na Câmara dos Deputados que tratava sobre a questão indígena em Roraima.''
 
*"Eu acredito em Deus. Sou católico. Mas é coisa rara ir à Igreja. Eu já li a Bíblia inteirinha, com atenção. Levei uns sete anos para ler. Você tem bons exemplos ali. Está escrito: "A árvore que não der frutos, deve ser cortada e lançada ao fogo". Eu sou favorável à pena de morte".<ref>http://www.terra.com.br/istoegente/28/reportagens/entrev_jair.htm</ref>
:''- Em entrevista à IstoÉ Gente.''
 
*"O único erro foi torturar e não matar".
:''- Sobre a possibilidade de revisão da Lei de Anistia, que poderia punir de acusados de torturas e outros crimes contra presos políticos durante o regime militar.'' <ref>http://www.agenciabrasil.gov.br/noticias/2008/08/07/materia.2008-08-07.7491814646/view</ref>
 
*"Competência? É problema do deputado. Se quiser botar uma prostituta no meu gabinete, eu boto. Se quiser botar a minha mãe, eu boto. É problema meu".
:''- A respeito da proposta de Emenda Constitucional que tornaria ilegal o nepotismo nos três poderes.'' <ref>http://www.agenciabrasil.gov.br/noticias/2007/03/05/materia.2007-03-05.8339277579/view</ref>
 
*"Isso nem passa pela minha cabeça. Eles tiveram uma boa educação, com um pai presente. Então eu não corro esse risco."
:''- Sobre a possibilidade de ter um filho homossexual, em entrevista ao CQC.''
 
*"Estou sofrendo preconceito heterossexual"
:''-[http://g1.globo.com/politica/noticia/2011/04/na-camara-bolsonaro-se-diz-vitima-de-preconceito-por-ser-heterossexual.html G1]
 
*"Quem procura osso é cachorro."
:''- Para familiares de desaparecidos na ditadura <ref>http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,cartaz-contra-desaparecidos-do-araguaia-irrita-deputados,378349</ref>
 
*"Jamais iria estuprar você porque você não merece."
:''- Para a deputada Maria do Rosário que o chamou de estuprador <ref>http://veja.abril.com.br/191103/vejaessa.html</ref>
 
{{sem fontes}}
 
*"O objetivo é fazer o cara abrir a boca. O cara tem que ser arrebentado para abrir o bico."
:''- Defendendo o uso da tortura para solucionar crimes
 
*"Dá que eu te dou outra."
:''- Para Maria do Rosário caso ela o agredisse com uma tapa
 
*"Daria uma porrada nele, pode ter certeza disso".
:''- Quando questionado pelo programa CQC sobre o que faria se seu filho fosse usuário de drogas
 
*"O filho começa a ficar assim meio gayzinho, leva um coro, ele muda o comportamento dele. Olha, eu vejo muita gente por aí dizendo: ainda bem que eu levei umas palmadas, meu pai me ensinou a ser homem."
:''- Sobre como "corrigir" um filho gay
 
*"O próximo passo vai ser a adoção de crianças (por casais homossexuais) e a legalização da pedofilia."
:''- Sobre a decisão do STF a respeito da união estável de casais homossexuais
 
*"O problema é seu. Eu não teria orgulho de ter um filho como você."
:''- Para o deputado Jean Wyllys, que se disse ofendido com as afirmações de Bolsonaro
 
*"Já que está difícil ter macho por aí, eu estou me apresentando como macho e ela aloprou. Não pode ver um heterossexual na frente. Ela deu azar duas vezes: uma que sou casado e outra que ela não me interessa. É muito ruim, não me interessa."
:''- Para a senadora Marinor Brito, em uma discussão causada pelos panfletos " anti-gay " de Bolsonaro
 
*"Tá numa televisão que apoia um programa como o Big Brother Brasil."
:''- Sobre Luciano Huck após este apoiar Preta Gil
 
*"Minha relação com os negros sempre foi ótima. Não vou dizer que meus melhores amigos eram negros, mas tive bons amigos negros."
 
==Sobre==
*"Ele abusa das prerrogativas de parlamentar. Acho que apresentar um projeto e dizer que é contra é até falta de decoro parlamentar. É lamentável".
:''- Frase do presidente da Frente de Defesa da Igualdade Racial, deputado Luiz Alberto (PT-BA), quando em 2006 o deputado apresentou um projeto de lei que ele mesmo era contra.''<ref>http://www.agenciabrasil.gov.br/noticias/2006/07/01/materia.2006-07-01.2906429615/view</ref>
 
*"A iniciativa do deputado Flávio Bolsonaro de propor um projeto de lei (1.264) que transforma a farda preta e o símbolo do Batalhão de Operações Especiais (Bope) – uma caveira atravessada por pistolas - em patrimônio cultural do estado do Rio de Janeiro é inaceitável e uma ofensa à sociedade brasileira”.
:''- Rosiana Queiroz, coordenadora nacional do Movimento Nacional de Direitos Humanos.''<ref>http://www.mndh.org.br/index.php?option=com_content&task=view&id=396&Itemid=45</ref>
 
==Referências==
<references/>
 
[[Categoria:Pessoas]]
[[Categoria:Políticos do Brasil]]
[[Categoria:Militares do Brasil]]
13

edições