Diferenças entre edições de "Benito Mussolini"

2 185 bytes adicionados ,  11h49min de 12 de novembro de 2015
sem resumo de edição
:- ''Em [http://www.ebooksbrasil.org/eLibris/corporativo.html#bm1 discurso] de 14 de novembro de 1933.''
 
* “Quando com a milíciaMilícia, força armada do Partido e da Revolução, e com a instituição do Grande Conselho, órgão supremo da Revolução, suprimimos o liberalismo teórico e prático, foi então que entramos definitivamente no caminho da Revolução. Hoje foi enterrado o liberalismo econômico.”
:- ''Em [http://www.ebooksbrasil.org/eLibris/corporativo.html#bm1 discurso] de 14 de novembro de 1933.''
 
:- ''[[Adolf Hitler]], líder nazista alemão, criticando o ditador italiano Benito Mussolini.''
:- ''Fonte: [http://veja.abril.com.br/especiais/seculo20/vejaessa.html Revista Veja], Especial Século 20, Edição 1629, 22 de dezembro de 1999.''
 
* “Mussolini não era só mais um socialista; ele era o Lênin da Itália — o líder da facção revolucionária linha-dura. E Mussolini não era só um "jornalista"; ele era o editor do ''Avanti!'', o jornal oficial do Partido Socialista.”
:- ''[[Bryan Caplan]], economista norte-americano, em [http://econlog.econlib.org/archives/2012/06/the_whitewash_o.html The Pageant of World History vs. Wikipedia: The Case of Mussolini] — 20 de junho de 2012''.
 
* “Para os socialistas, obviamente, a apostasia de Mussolini não prova nada além da sua suprema maldade. Para todos os outros, contudo, a história das origens de Mussolini coloca toda a sua carreira sob uma nova luz. Quem vê as coisas de fora, observa o que quem se encontra do lado de dentro se nega a admitir: a fruta apóstata raramente cai longe da árvore ortodoxa.”
:- ''[[Bryan Caplan]], economista norte-americano, em [http://econlog.econlib.org/archives/2012/06/the_whitewash_o.html The Pageant of World History vs. Wikipedia: The Case of Mussolini] — 20 de junho de 2012''.
 
* “Sim, Mussolini percebeu que socialismo e nacionalismo combinados tinham mais apelo às massas do que o socialismo isoladamente. Sim, Mussolini percebeu que o socialismo seria mais forte se o aliasse com a Igreja ao invés de destruí-la. Sim, Mussolini percebeu que a completa e massiva expropriação da propriedade privada destruiria a economia. E sim, Mussolini percebeu que a palavra "socialismo" alienaria milhões de italianos que, de outra forma, se mostrariam receptivos à sua mensagem. Mas isto não faz de Mussolini um socialista radical que traiu tudo aquilo em que acreditava, mas sim um socialista radical que se livrou de alguns dogmas socialistas periféricos que o separavam do poder absoluto. Se tivesse mantido a etiqueta socialista e evitado a aliança com Hitler, talvez Mussolini fosse hoje um ícone da esquerda tão grande como Che Guevara.”
:- ''[[Bryan Caplan]], economista norte-americano, em [http://econlog.econlib.org/archives/2012/06/the_whitewash_o.html The Pageant of World History vs. Wikipedia: The Case of Mussolini] — 20 de junho de 2012''.
 
[[Categoria:Pessoas]]
Utilizador anónimo