Diferenças entre edições de "Alina Fernández Revuelta"

718 bytes adicionados ,  23h15min de 11 de novembro de 2015
sem resumo de edição
----
 
* “Seria belo que meu pai, doente e de idade avançada, regressasse às raízes da fé na qual cresceu, quando estudava com os jesuítas. Isso devolveria a ele a humanidade que perdeu. Mas não o creio, porque acho que ele se considera imortal.”
:- ''Em [http://vaticaninsider.lastampa.it/es/noticias/dettagliospain/articolo/cuba-13831/ entrevista] a Paolo Mastrolilli — 26 de março de 2012.''
 
* “Quando eu era pequena, ser católico em Cuba era um “handicap” ideológico: tinhas que esconder a tua fé, para que não te perseguissem.”
:- ''Em [http://vaticaninsider.lastampa.it/es/noticias/dettagliospain/articolo/cuba-13831/ entrevista] a Paolo Mastrolilli — 26 de março de 2012.''
 
* “Fidel foi a tragédia de Cuba, e eu a sofri mais que muitos outros. Hoje falamos muito do fundamentalismo islâmico, mas também existiu o fundamentalismo comunista, e era feroz: se discutias, eras considerado, automaticamente, um inimigo e um traidor.”
:- ''Em [http://vaticaninsider.lastampa.it/es/reportajes-y-entrevistasnoticias/dettagliospain/articolo/cuba-13831/ entrevista] a Paolo Mastrolilli — 226 de julhomarço de 20152012.''
 
[[Categoria:Pessoas]]
Utilizador anónimo