Diferenças entre edições de "Virgílio"

1 452 bytes adicionados ,  12h10min de 16 de setembro de 2015
→‎Eneida (29-19 a.C.): traduções de João Franco Barreto, trabalho em curso...
(→‎Eneida (29-19 a.C.): traduções de João Franco Barreto, trabalho em curso...)
 
== ''Eneida'' (29-19 a.C.)==
:<small>Traduzida em verso português por [[w:João Franco Barreto|João Franco Barreto]] (1664).</small>
* ''Arma virumque cano, Troiae qui primus ab oris<br />Italiam fato profugus Laviniaque venit<br />Litora, multum ille et terris iactatus et alto<br />Vi superum, saevae memorem Iunonis ob iram.''
** '''As armas e o [[w:Eneias|varão]] canto''', piedoso,<br />Que primeiro de Tróia desterrado<br />A Itália trouxe o Fado poderoso,<br />E às praias de Lavino veio armado;<br />Aquele que, no golfo tempestuoso<br />E nas terras, foi muito contrastado,<br />Por violência dos Deuses e excessiva<br />Lembrada ira de Juno vingativa.
** Livro I, linhalinhas 11–4.
 
* ''Arma virumque cano.''
** Canto as armas e o varão.
** Livro I, linha 1.
<!--
* ''Tantaene animis coelestibus irae?''
** Tantas iras em ânimos divinos!
** Porquê tanta ira nessas mentes celestiais?
** Livro I, linha 11.
 
-->
* ''O terque quaterque beati!''
* ''Forsan et haec olim meminisse iuvabit.''
** Ó três e quatro vezes venturosos.
** Talvez nos alegrará um dia recordar mesmo estas coisas.
** Livro I, linha 20395.
 
* ''Apparent rari nantes in gurgite vasto.''
** Raros no vasto mar se vêem nadando.
** Livro I, linha 118.
 
* ''O socii—neque enim ignari sumus ante malorum—<br />O passi graviora, dabit deus his quoque finem.''
** Ó sócios meus, ó vós, que padecido<br />Haveis mais graves cousas, porque ignaros<br />Não somos do trabalho endurecido,<br />Por quem sereis do mundo assaz preclaros;<br />Fim dará Deus a todas, comovido<br />De piedade e amor, e em nós seus claros<br />Olhos porá da região superna,<br />Que não há cá no mundo pena eterna.
** Livro I, linhas 198–199.
 
* ''ForsanRevocate animos, maestumque timorem<br />Mittite: forsan et haec olim meminisse iuvabit.''
** Tende ânimo, e esse peito, traspassado<br />De temor, confortai, e estai constantes,<br />Que, por dita, '''algum dia esta memória<br />Vos será de mor lustre, e de mor memória.'''
** Livro I, linha 202–203.
 
* ''Lacrimis oculos suffusa nitentis.''
** Seusbanhando olhosde brilhantesmimosa<br cheios de/>Em lágrimas os olhos cristalinos.
** Livro I, lina 228 (referindo-se a [[w:Vênus (mitologia)|Vénus]]).
 
100

edições