Abrir menu principal

Alterações

305 bytes adicionados ,  20h31min de 26 de julho de 2015
sem resumo de edição
* “Euclides da Cunha e Alberto Rangel são responsáveis por uma reviravolta na prosa amazônica, sendo, por vezes, considerados como pontos cruciais do início da literatura moderna do Norte. Na linha dos estudos memorialistas desta tese, atribui-se a Euclides e Rangel a formação de uma protomemória do ciclo da borracha.” (Rafael Voigt Leandro, Os ciclos ficcionais da borracha e a formação de um memorial literário da Amazônia, Tese de Doutorado em Literatura Brasileira, Universidade de Brasília, 2014)
:: Rafael Voigt Leandro
* “Os sertões desta terra ficaram sempre funestos nas cenas horrendas que Euclides da Cunha imortalizou em páginas de um colorido ultradantesco.”
:: Rui Barbosa, Excursão Eleitoral, Discurso no Banquete Oferecido à Comissão Popular de Festejos, 18 jan. 1910, Obra Completa, Volume XXXVII, tomo I
 
[[Categoria:Pessoas]]
44

edições