Diferenças entre edições de "Hans Vaihinger"

706 bytes adicionados ,  18h53min de 4 de janeiro de 2015
+ citação.
(Ajustando marcações.)
(+ citação.)
----
 
* "... operações de caráter quase misterioso, que vão de encontro ao procedimento comum de um modo mais ou menos paradoxal. Elas são métodos que dão ao espectador a impressão de mágica, caso ele próprio não seja iniciado ou igualmente hábil no mecanismo."
::'' "... Operationen welch, einen fast geheimnisvollen Charakter an sich tragend, auf eine mehr oder weniger paradoxe Weise dem gewöhnlichen Verfahren widersprechen, Methoden, welche, dem nicht in den Mechanismus eingeweihten, nich so fertig geübten Zuschauer den Eindruck des Magischen machend."
:::-'' Die Philosophie des Als Ob, [http://books.google.com.br/books?id=q-iFU2qiyeQC&pg=PA17 página 17], [[ Hans Vaihinger]], BoD – Books on Demand, 2013, ISBN 3846020176 - 858 páginas.
 
*"... o mundo das representações como um todo não é destinado a ser uma ''cópia da realidade'' - o que seria tarefa totalmente impossível -, mas a nos dar um instrumento com o qual nos podemos orientar com maior facilidade neste mundo. (...) O mundo das representações é uma construção apropriada a essa finalidade, mas chama-lo por isso de cópia seria uma comparação precipitada e inadequada; as sensações elementares não são cópias da realidade, porém, meros critérios, cuja tarefa é medir as modificações da realidade."
::-'' A filosofia do como se, páginas 128-129, [[Hans Vaihinger]]; Tradução e apresentação de Johannes Kretschmer - Chapecó: Argos, 2011 - 723 páginas.
 
[[Categoria:Pessoas]]
479

edições