Diferenças entre edições de "Erasmo de Rotterdam"

658 bytes adicionados ,  01h19min de 21 de maio de 2014
Três citações retiradas do livro Elogio da Loucura.
m (Bot: Migração de 28 ligações interwiki agora disponíveis no Wikidata em d:Q43499)
(Três citações retiradas do livro Elogio da Loucura.)
 
*"E foi por essa razão que o grande Arquiteto do Universo proibiu que o primeiro e lindo par de esposos, por ele feitos e unidos em [[matrimônio]], provassem o fruto da árvore da [[ciência]] do bem e do mal , sob pena de sua desgraça e morte. É a melhor prova de que a [[ciência]] é o veneno da [[felicidade]]."
 
*"É a natureza, que, procedendo com sabedoria, deu às crianças um certo ar de [[loucura]], pelo qual elas obtêm a redução dos castigos dos seus educadores e se tornam merecedoras do [[afeto]] de quem as tem ao seu cuidado. Ama-se a primeira juventude que se sucede à infância, sente-se prazer em ser-lhe útil, iniciá-la, socorrê-la."
 
*"Segundo a definição dos estóicos o sábio é aquele que vive de acordo cos as regras da [[razão]] prescrita, e o louco, ao contrário, é o que se deixa arrastar ao sabor de suas [[paixões]]."
 
*"Notai, de passagem, o privilégio que têm os bobos de poder falar com toda a [[sinceridade]] e franqueza."
 
== Atribuídas ==
2

edições