Diferenças entre edições de "Dante Alighieri"

615 bytes adicionados ,  07h47min de 22 de abril de 2014
+fontes
m (Bot: Migração de 33 ligações interwiki agora disponíveis no Wikidata em d:Q1067)
(+fontes)
 
*"Abandoneis toda a [[esperança]], vós que entrais no [[inferno]]".
::- ''A Divina Comédia - Inferno - Canto III - 9''
 
== Atribuídas ==
::- ''citado em "Citações da Cultura Universal" - Página 529, Alberto J. G. Villamarín, Editora AGE Ltda, 2002, ISBN 8574970891, 9788574970899
 
*''"Ó insensato afã da humana / Quão falhos são os falsos argumentos / Que ao barro vil da terra vos tem presos! / Uns são legistas, outros medicastros, / Sacerdotes aqueles, por cobiça, / Por força ou por sofisma outros governam, / Fraudulentos uns são, outros ladrões, / Há da luxúria escravos deleitados / E os da preguiça amantes gozadores".{{carece de fontes}}
:''"Ó dos mortais aspirações erradas! / Em que falsas razões vos enlevando / Tendes à terra as asas cativadas! / Qual seguia o direito; qual buscando / Já aforismos; qual o sacerdócio; / Qual reinava, sofisma ou força usando; / Qual roubo amava, qual civil negócio; / Qual, a salaz deleite entregue a vida, / Afanava-se; qual passava no ócio;"''
::- ''A Divina Comédia - Paraíso - [http://www.ebooksbrasil.org/eLibris/paraiso.html#P11 Canto XI] - 1-9 (tradução de José Pedro Xavier Pinheiro)''
 
*"E se não choras, do que costumas chorar?"{{carece de fontes}}
:''"Se não choras, que pena há que te doa?"''
::- ''A Divina Comédia - Inferno - [http://www.ebooksbrasil.org/eLibris/inferno.html#I33 Canto XXXIII] - 42 (tradução de José Pedro Xavier Pinheiro)''
 
*"Pelo exemplo de Beatriz compreende-se facilmente como o amor feminino dura pouco, se não for conservado aceso pelo olhar e pelo tato do homem amado."{{carece de fontes}}
:''"Se conhece, por ela<ref>Beatrice d'Este, esposa de Nino Visconti.</ref>, facilmente / Quanto em mulher de amor fogo perdura / Se o caminho falece e o olhar freqüente."''
::- ''A Divina Comédia - PurgatorioPurgatório - [http://www.ebooksbrasil.org/eLibris/purgatorio.html#PG8 Canto VIII] - 76-78 (tradução de José Pedro Xavier Pinheiro)''
 
*"Quanto maior é a sede, maior é o prazer em satisfazê-la."{{carece de fontes}}
71

edições