Diferenças entre edições de "Eduardo Giannetti"

1 584 bytes adicionados ,  04h21min de 27 de janeiro de 2014
sem resumo de edição
m (r2.7.2+) (Robô: A adicionar: gl:Eduardo Giannetti da Fonseca)
[[w:Eduardo Giannetti da Fonseca|'''Eduardo Giannetti da Fonseca''']] ''(Belo Horizonte, [[23 de fevereiro]] de [[1957]]) é um economista brasileiro.
----
 
 
* "Qualquer [[governo]] é melhor que a ausência de governo. O [[despotismo]], por pior que seja, é preferível ao mal maior da [[Anarquia]], da [[violência]] civil generelizada, e do [[medo]] permanente da [[morte]] violenta."
::- ''[[Eduardo Giannetti]], a respeito da filosofia de [[Thomas Hobbes]] in: ''"Vícios Privados, Benefícios Públicos?: A Ética na Riqueza das Nações" - [http://books.google.com.br/books?id=JDArj3ZfxLwC&pg=PA81 página 81], Eduardo Giannetti, Editora Companhia das Letras, 2007, ISBN 8535911197, 9788535911190, 264 páginas
 
* (...) E aí o problema do Brasil é enorme, porque nós somos um país em que as condições iniciais, em que as pessoas começam a sua vida e vêm ao mundo são absurdamente desiguais. A condição social em que a criança vem ao mundo é quase determinante do tipo de vida que ela vai ter pelo resto da vida, e isso nós temos que corrigir. Teve uma descoberta recente sobre saneamento básico que é uma coisa impressionantemente, e isso deveria estar no centro de um projeto de futuro do Brasil: uma criança de 0 a 2 anos, consome 87% de energia metabólica para a constituição do cérebro. Se essa criança pega uma doença forte, crônica, parasita ou tem uma diarreia muito forte, nesse período crítico de formação do cérebro, isso compromete a formação neural pelo resto da vida, porque ela vem com um cérebro muito [?] e essa doença crônica bem no início da trajetória é comprometedora. É gente que vai começar o ensino fundamental e vai repetir o primeiro ano muitas vezes, porque não consegue aprender. Um país em que metade dos domicílios não tem saneamento básico está condenando uma proporção gigantesca de crianças a doenças crônicas, parasitas e diarreias, que vão comprometer a sua sua capacidade cognitiva para o resto da vida. E nós não estamos sabendo resolver isso no século XXI. Nós chegamos ao século XXI sem de agenda social do século XIX, que é a coleta de esgoto. Num país que quer fazer estádios, que quer fazer trem bala... e quer continuar vivendo miseravelmente!
::- ''[[Eduardo Giannetti]], no Programa Roda Viva
 
[[categoria:pessoas]]
5 289

edições