Diferenças entre edições de "Sigmund Freud"

884 bytes adicionados ,  19h14min de 1 de agosto de 2013
m
sem resumo de edição
m
:[[Saul Bellow]]; A Mágoa Mata Mais
 
* "Independente de crer ou não em Freud plenamente (sou bastante freudiano no modo de ver o mundo, e Freud foi o primeiro objeto de estudo sistemático em minha vida), a ambivalência aí descrita serve como matriz para o resto da vida."
:[[Luiz Felipe Pondé]] sobre a teoria do "Complexo de Édipo" no artigo ''O terror da ambivalência''<ref>Luiz Felipe Pondé, ''[http://www1.folha.uol.com.br/colunas/luizfelipeponde/2013/05/1285307-o-terror-da-ambivalencia.shtml O terror da ambivalência]'', Folha de S. Paulo, 27/05/2013</ref>
 
*"A seu modo Freud estava certo: nossa civilização - todas as civilizações - tende a exigir a morte psicológica, depois física, de seus cidadãos, inclusive os poderosos!"
:[[José Ângelo Gaiarsa]] no livro ''Amores perfeitos''<ref>José Ângelo Gaiarsa, ''Amores perfeitos'', Editora Agora, p. 195, ISBN 8571838097 </ref>
 
{{referências}}
[[Categoria:Pessoas]]
[[Categoria:Psiquiatras da Áustria]]
350

edições