Diferenças entre edições de "Amor"

335 bytes adicionados ,  19h31min de 14 de abril de 2013
m
autores compilados + formatação uniformizada
(citação adicionada & formatação parcialmente uniformizada)
m (autores compilados + formatação uniformizada)
::- ''"Amor" in: "Poemas‎"<ref>"Amor" in: "Poemas‎" - Página 34, de [[Juana de Ibarbourou]] - Publicado por Horizonte, 8a ed., 1952 - 40 páginas</ref>
 
* "Quem começa a entender o [[amor]], a explicá-lo, a qualificá-lo e quantificá-lo, já não está amando"."
::- [[Paulo Régis Neves Freire|Roberto Freire]]
:::- ''Ame e dê vexame''‎<ref>Ame e dê vexame - Página 39, de [[Paulo Régis Neves Freire|Roberto Freire]] - Publicado por Editora Guanabara, 1990 - 238 páginas</ref>
 
* "Quem começa a entender o amor, a explicá-lo, a qualificá-lo e quantificá-lo, já não está amando."
::- [[Roberto Freire]]
 
* "A grande [[arte]] exige [[amor]] e [[ódio]]."
:::- ''"O nariz do morto"''<ref>"O nariz do morto" - Página 328; Publicado por Civilização Brasileira, 2006 ISBN 8520007236, 9788520007235</ref>
 
* "A [[luz]] se foi e agora nada mais resta a não ser esperar por um novo [[sol]], um novo tempo, nascido do mistério do tempo e do [[amor]] do homem pela [[luz]]". "
::- [[Gore Vidal]]
:::- ''"Juliano" (1964)''
::- [[Santo Agostinho]]
 
* "O '''amor''' traz a idéias e perigos". "
:- ''"Die Liebe bringt auf Ideen und in Gefahren."''
::- [[Heinrich Mann]]
:::- ''Petite pluie...: comédie en un acte''‎,<ref>Petite pluie ...: comédie en un acte - Página 24, de [[Edouard Pailleron]] - Publicado por Calmann Lévy, 1881 - 48 páginas</ref> tradução conforme publicado em Revista Caras, Edição 664.
 
* "[[Sigmund Freud|Freud]] ensinou que o amor era a supervalorização. Ou seja, se você visse o objeto amado como realmente é, não seria capaz de amá-lo"."
::- [[Saul Bellow]]
 
* "Vivendo para aprender a amar"."
::- [[André Massucci]]
 
::- [[Graham Greene]]
 
* "É tão absurdo dizer que um homem não pode amar a mesma mulher toda a vida, quanto dizer que um violinista precisa de diversos violinos para tocar a mesma música"."
::- [[Honoré de Balzac]]
 
* "Quanto mais você julga, menos você ama"."
::- [[Honoré de Balzac]]
 
* "Nunca devemos julgar as pessoas que amamos. O amor que não é cego, não é amor"."
::- [[Honoré de Balzac]]
 
* "É mais fácil ser amante do que marido, pois é mais fácil dizer coisas bonitas de vez em quando do que ser espirituoso dias e anos a fio"."
::- [[Honoré de Balzac]]
 
::- [[Henry Fielding]]
 
* "Amor é uma palavra; o que importa é a conexão que esta palavra implica"."
:::- [[Matrix Revolutions]]
 
::- [[Mahatma Gandhi]]
 
* "Odeie o pecado e ame o pecador."
* "A [[mulher]] se apaixona através de suas [[orelha]]s e o [[homem]] através de seus [[olho]]s".
::- [[Mahatma Gandhi]]
 
* "O amor é a força mais sutil do mundo."
::- [[Mahatma Gandhi]]
 
* "A [[mulher]] se apaixona através de suas [[orelha]]s e o [[homem]] através de seus [[olho]]s."
:- ''Knowing that women fall in love through their ears and men through their eyes''
:::- ''Confessions of an optimist''<ref>Confessions of an optimist‎ - Página 186, de [[Woodrow Wyatt]] - Publicado por Collins, 1985 - 364 páginas</ref>
::- [[William Goldman]]
:::- ''em seu romance "The Princess Bride"''
 
* "Odeie o pecado e ame o pecador."
::- [[Mahatma Gandhi]]
 
* "Se eu sei o que é o amor, é por sua causa."
:::- ''Levítico 19, 18''
 
* "Ame seu vizinho assim como você ama a si mesmo, mas não derrube a cerca"."
::- ''Love your neighbor as yourself; but don't take down the fence.''
::- [[Carl Sandburg]]
:::- ''The People, Yes‎ - Página 107, de [[Carl Sandburg]] - Publicado por Harcourt, Brace and company, 1936 - 284 páginas''
:::- ''The People, Yes‎''<ref>The People, Yes‎ - Página 107, de Carl Sandburg - Publicado por Harcourt, Brace and company, 1936 - 284 páginas</ref>
 
*"Amor não domina, cultiva".
:- [[Goethe]]
 
*"Duas pessoas que se amam estão em um lugar mais sagrado que o interior de uma igreja"."
::- [[William Phelps]]
 
*"Com amor e paciência, nada é impossível"."
::- [[Daisaku Ikeda]]
 
* "Ainda que eu falasse a lingua dos homens e dos anjos, se não tivesse amor, seria como o metal que ressoa ou como o címbalo que retine"."
:::- [[Apóstolo Paulo - Bíblia]], I Coríntios 13
[[Image:1873 Pierre Auguste Cot - Spring.jpg|thumb| "O poder da vontade não transforma o homem. O tempo não transforma o homem. O amor transforma." — [[Paulo Coelho]]]]
::- [[Marcel Proust]]
 
* "Nunca julgamos aqueles a quem amamos."
* Quadrilha:
:João amava Teresa que amava Raimundo
:que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili
:que não amava ninguém.
:João foi para o Estados Unidos, Teresa para o convento,
:Raimundo morreu de desastre, Maria ficou para tia,
:Joaquim suicidou-se e Lili casou com J. Pinto Fernandes
:que não tinha entrado na história.
::- [[Carlos Drummond de Andrade]]
 
* "Nunca julgamos aqueles a quem amamos".
::- [[Sartre]]
 
:::- ''"Lágrimas Abençoadas"''<ref>Lágrimas Abençoadas, Camilo Castelo Branco, Livro I, Capítulo XXIV (veja [[s:Lágrimas Abençoadas/I/XXIV|wikisource]])</ref>
[[Image:Cupidon et Psyché.jpg|thumb|"O amor é um sórdido embuste pelo qual a natureza nos leva a continuar a espécie." — [[W. Somerset Maugham]]]]
* "O amor é a asa veloz que Deus deu à alma para que ela voe até o céu"."
::- [[Michelangelo Buonarroti]]
 
::- [[Amelot de la Houssaye]]
 
* "O amor pode fazer um cão ladrar em versos"."
::- [[John Fletcher]]
 
* "O amor é um sórdido embuste pelo qual a natureza nos leva a continuar a espécie"."
::- [[W. Somerset Maugham]]
 
*"Assim que se olharam, amaram-se; assim que se amaram, suspiraram; assim que suspiraram, perguntaram-se um ao outro o motivo; assim que descobriram o motivo, procuraram o remédio".
:- [[Shakespeare]]
[[Image:Godward The Old Old Story 1903.jpg|thumb|"Não há amor sem coragem e não há coragem sem amor." — [[Rollo May]]]]
* "Vai, portanto, não hesites. Procura conquistar todas as mulheres. Em mil, haverá talvez uma para te resistir. E quer cedam, quer resistam, todas gostam de ser cortejadas. Mesmo se fores derrotado, a derrota será sem perigo. Mas por que serias repelido, já que toda volúpia nova parece mais gostosa e somos mais seduzidos por aquilo que não nos pertence? A colheita é sempre mais abundante no campo alheiro, e o rebanho do vizinho tem as tetas mais grossas"."
::- [[Ovídio]], em A Arte de Amar
 
*"Adormeci, pensando nele. E vi-o logo em seguida. Ah! Se tivesse sabido que era um sonho, nunca teria acordado"."
::- [[Ono No Komachi]]
 
* "A única diferença entre um capricho e uma paixão eterna é que o capricho dura um pouco mais"."
::- [[Oscar Wilde]]
 
* "No fundo de cada alma há tesouros escondidos que somente o amor permite descobrir."
*"O amor sendo cego, os enamorados não podem ver as loucuras que cometem".
::- [[E. Rod]]
:- [[Shakespeare]], em O Mercador de Veneza
 
* "O amor é uma flor delicada, mas é preciso ter a coragem de ir colhê-la à beira de um precipício."
*"No fundo de cada alma há tesouros escondidos que somente o amor permite descobrir".
::- [[E. RodSthendal]]
 
* "Como são sábios aqueles que se entregam às loucuras do amor!"
*"O amor é uma flor delicada, mas é preciso ter a coragem de ir colhê-la à beira de um precipício."
::- [[SthendalJoshua Cooke]]
 
* "Quem não ama demais não ama o bastante."
*"Como são sábios aqueles que se entregam às loucuras do amor!".
::- [[JoshuaBussy CookeRabutin]]
 
* "A sua primeira paixão, a mulher ama seu amante; em todas as outras ela só ama o amor."
*"Quem não ama demais não ama o bastante".
::- [[BussyDon RabutinJuan Byron]]
 
* "Não há amor sem coragem e não há coragem sem amor."
*"A sua primeira paixão, a mulher ama seu amante; em todas as outras ela só ama o amor".
::- [[DonRollo Juan ByronMay]]
 
* "O amor é o sentimento dos seres imperfeitos, posto que a função do amor é levar o ser humano à perfeição."
*"Não há amor sem coragem e não há coragem sem amor".
::- [[Rollo MayAristóteles]]
 
* "O verdadeiro amor nunca se desgasta. Quanto mais se dá, mais se tem."
*"O amor é o sentimento dos seres imperfeitos, posto que a função do amor é levar o ser humano à perfeição".
::- [[AristótelesSaint-Exupéry]]
 
* "Pagai o mal com o bem, porque o amor é vitorioso no ataque e invulnerável na defesa."
*"Há vários motivos para não se amar uma pessoa e um só para amá-la".
::- [[Lao-Tsé]]
:- [[Carlos Drummond de Andrade]]
 
* "Bondade é amar as pessoas mais do que elas merecem."
*"O verdadeiro amor nunca se desgasta. Quanto mais se dá, mais se tem".
::- [[Saint-ExupéryJoseph Joubert]]
 
* "Amor não se conjuga no passado; ou se ama para sempre ou nunca se amou verdadeiramente."
*"Pagai o mal com o bem, porque o amor é vitorioso no ataque e invulnerável na defesa".
::- [[Lao-TséM. Paglia]]
 
* "Parece-me fácil viver sem ódio, coisa que nunca senti, mas viver sem amor acho impossível."
*"Bondade é amar as pessoas mais do que elas merecem".
::- [[JosephJorge JoubertLuis Borges]]
 
* "É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã, porque se você parar para pensar, na verdade não há."
*"Amor não se conjuga no passado; ou se ama para sempre ou nunca se amou verdadeiramente".
::- [[M.Renato PagliaRusso]]
 
* "Nunca amei outra pessoa do modo que amei a mim mesma."
*"Parece-me fácil viver sem ódio, coisa que nunca senti, mas viver sem amor acho impossível".
::- [[JorgeMae Luis BorgesWest]]
 
* "Tudo o que sabemos do amor, é que o amor é tudo que existe."
*"É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã, porque se você parar para pensar, na verdade não há".
::- [[RenatoEmily RussoDickinson]]
 
* "Para fazer uma obra de arte não basta ter talento, não basta ter força, é preciso também viver um grande amor."
*"Nunca amei outra pessoa do modo que amei a mim mesma".
::- [[MaeWolfgang WestAmadeus Mozart]]
 
* "Amar é encontrar na felicidade de outrem a própria felicidade."
*"Tudo o que sabemos do amor, é que o amor é tudo que existe".
::- [[EmilyGottfried DickinsonLeibnitz]]
 
* "Foi o tempo que dedicaste à tua rosa que fez tua rosa tão importante."
*"Para fazer uma obra de arte não basta ter talento, não basta ter força, é preciso também viver um grande amor".
:::- [[Saint-Exupéry]], em O Pequeno Príncipe
:- [[Wolfgang Amadeus Mozart]]
 
* "Só se vê com o coração. O Essencial é invisível aos olhos."
*"O amor é a força mais sutil do mundo".
::- [[Mahatma GandhiExupéry]]
 
* "O [[sentimento]] é uma [[flor]] delicada; manuseá-la é machucá-la."
*"Amar é encontrar na felicidade de outrem a própria felicidade".
:- ''El sentimiento es una flor delicada: manosearla es marchitarla.''
:- [[Gottfried Leibnitz]]
::- Mariano José de Larra
:::- ''Obras completas de Fígaro<ref>Obras completas de Fígaro (don Mariano José de Larra)‎ - Vol. II, [http://books.google.com.br/books?id=Vxf7XKUh-QIC&pg=PA227 Página 227], de Mariano José de Larra - Publicado por en la Imprenta de Yenes, 1843''</ref>
 
* "Se eu amo a meu semelhante? Sim. Mas onde encontrar o meu semelhante?"
*"Foi o tempo que dedicaste à tua rosa que fez tua rosa tão importante."
::- [[Mário Quintana]]
:- [[Saint-Exupéry]], em O Pequeno Príncipe
 
* "O amor e o desejo são as asas do espírito das grandes façanhas."
*"Só se vê com o coração. O Essencial é invisível aos olhos".
::- [[ExupéryJohann Goethe]]
[[Image:Jean-Honoré Fragonard - La lettre d'amour.jpg|thumb|"Foi o tempo que dedicaste à tua rosa que fez tua rosa tão importante." — [[Saint-Exupéry]]]]
* "Eu tenho algo
:Tu, nada tens
:eu amo."
::- [[Johann Goethe]]
 
* "Amor não domina, cultiva."
*"O [[sentimento]] é uma [[flor]] delicada; manuseá-la é machucá-la".
::- [[Johann Goethe]]
:- ''El sentimiento es una flor delicada: manosearla es marchitarla. ''
:::- ''Obras completas de Fígaro(don Mariano José de Larra)‎ - Vol. II, [http://books.google.com.br/books?id=Vxf7XKUh-QIC&pg=PA227 Página 227], de [[Mariano José de Larra]] - Publicado por en la Imprenta de Yenes, 1843''
 
* "Amar não é aceitar tudo. Aliás: onde tudo é aceito, desconfio que haja falta de amor."
*"Se eu amo a meu semelhante? Sim. Mas onde encontrar o meu semelhante?"
::- [[MárioVladimir QuintanaMaiakovski]]
 
* "É preciso sofrer depois de ter sofrido, e amar, e mais amar, depois de ter amado"
*"O amor e o desejo são as asas do espírito das grandes façanhas".
::- [[JohannGuimarães GoetheRosa]]
[[Image:Jean-Honoré Fragonard - La lettre d'amour.jpg|thumb|"Foi o tempo que dedicaste à tua rosa que fez tua rosa tão importante." — [[Saint-Exupéry]]]]
*"Amar não é aceitar tudo. Aliás: onde tudo é aceito, desconfio que haja falta de amor".
:- [[Vladimir Maiakovski]]
 
* "Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas"
*"É preciso sofrer depois de ter sofrido, e amar, e mais amar, depois de ter amado".
::- [[Guimarães RosaSaint-Exupéry]]
 
* "Amar é admirar com o coração. Admirar é amar com o cérebro."
*"Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas".
::- [[Saint-ExupéryTheophile Gautier]]
 
* "As pessoas boas devem amar seus inimigos."
*"Amar é admirar com o coração. Admirar é amar com o cérebro".
::- ''[[El Chavo del Ocho#Seu Madruga|Seu Madruga]], personagem interpretado por [[w:Ramon Valdez|Ramon Valdez]] do progama mexicano [[w:El Chavo del Ocho|El Chavo del Ocho]]''
:- [[Theophile Gautier]]
 
* "Pode-se amar até a loucura uma mulher feia, por encantos que superam os encantos da beleza."
*"As pessoas boas devem amar seus inimigos".
::- [[Jan Paulhan]]
:- [[El Chavo del Ocho#Seu Madruga|Seu Madruga]], personagem interpretado por [[w:Ramon Valdez|Ramon Valdez]] do progama mexicano [[w:El Chavo del Ocho|El Chavo del Ocho]].
 
* "Na [[vida]] do [[homem]], o '''amor''' é uma coisa à parte, na da [[mulher]], é toda a [[vida]]."
*"Pode-se amar até a loucura uma mulher feia, por encantos que superam os encantos da beleza".
:- [[Jan Paulhan]]
 
*"Na [[vida]] do [[homem]], o [[amor]] é uma coisa à parte, na da [[mulher]], é toda a [[vida]]".
:- ''Man's love is of man's life a thing apart; Tis a woman's whole existence.''
::- ''"Don Juan"''<ref>Don Juan, Canto I, CXCIV - [http://books.google.com.br/books?id=JSbiUkpjDuoC&pg=PA100 página 100]; de [[George Gordon Byron]] Byron - Publicado por M. Thomas, 1819 - 194 páginas '' </ref>
 
*"Não sou como a [[abelha]] saqueadora que vai sugar o [[mel]] de uma [[flor]], e depois de outra flor. Sou como o [[negro]] escaravelho que se enclausura no [[seio]] de uma única [[rosa]] e vive nela até que ela feche as pétalas sobre ele; e abafado neste aperto supremo, [[morte|morre]] entre os [[braço]]s da flor que elegeu".
:- ''"Os Thibault", de [[Roger Martin Du Gard]] - traduzido por Casemiro Fernandes, Publicado por Editora Globo, 1986''
 
*"Quem começa a entender o amor, a explicá-lo, a qualificá-lo e quantificá-lo, já não está amando".
:- [[Roberto Freire]]
 
* "Não sou como a [[abelha]] saqueadora que vai sugar o [[mel]] de uma [[flor]], e depois de outra flor. Sou como o [[negro]] escaravelho que se enclausura no [[seio]] de uma única [[rosa]] e vive nela até que ela feche as pétalas sobre ele; e abafado neste aperto supremo, [[morte|morre]] entre os [[braço]]s da flor que elegeu."
*"Não somos amados por sermos bons. Somos bons porque somos amados".
:::- ''"Os Thibault", de [[Roger Martin Du Gard]] - traduzido por Casemiro Fernandes, Publicado por Editora Globo, 1986''
:- [[Desmond Tutu]]
 
* "Não somos amados por sermos bons. Somos bons porque somos amados."
*"Onde o amor impera, não há desejo de poder; e onde o poder predomina, há falta de amor. Um é a sombra do outro".
::- [[CarlDesmond Gustav JungTutu]]
 
* "NoOnde o amor [[homem]]impera, onão há [[desejo]] gerade o [[amor]]poder; nae [[mulher]]onde o poder predomina, há falta de amor. geraUm oé desejoa sombra do outro."
::- [[Carl Gustav Jung]]
::- '' in men, desire begets love, and in women, love begets desire.
:::- ''citando Fitzharding, em carta de 28 de outubro de 1712 in "The works of Jonathan Swift: containing additional letters, tracts, and poems not hitherto published; with notes, and a life of the author"‎ - Volume 3, [http://books.google.com.br/books?id=Oo0vAAAAYAAJ&pg=PA61 Página 61], [[Jonathan Swift]], Sir Walter Scott - Printed for Archibald Constable and co., 1824
 
* "No [[homem]], o [[desejo]] gera o ''amor''; na [[mulher]] o amor gera o desejo."
*"Sabe o que é melhor que ser bandalho ou galinha? Amar. O amor é a verdadeira sacanagem".
::- ''"In men, desire begets love, and in women, love begets desire."''
:- [[Tom Jobim]]
:::- ''citando Fitzharding em carta de 28 de outubro de 1712''<ref>"The works of Jonathan Swift: containing additional letters, tracts, and poems not hitherto published; with notes, and a life of the author"‎ - Volume 3, [http://books.google.com.br/books?id=Oo0vAAAAYAAJ&pg=PA61 Página 61], [[Jonathan Swift]], Sir Walter Scott - Printed for Archibald Constable and co., 1824</ref>
 
* "Sabe o que é melhor que ser bandalho ou galinha? Amar. O amor é a verdadeira sacanagem."
*"Você pode amar muito uma pessoa e ir para a cama com outra".
::- [[LeilaTom DinizJobim]]
 
* "Você pode amar muito uma pessoa e ir para a cama com outra."
*"Amor é um não-sei-quê, que surge não sei de onde, acaba não sei como e dói não sei por quê".
::- [[ScuderyLeila Diniz]]
 
* "Amor é um não-sei-quê, que surge não sei de onde, acaba não sei como e dói não sei por quê."
*"O amor é grande e cabe nesta janela sobre o mar. O mar é grande e cabe na cama e no colchão de amar. O amor é grande e cabe no breve espaço de beijar".
::- [[Scudery]]
:- [[Carlos Drummond de Andrade]]
 
* "Quando fala o '''amor''', a voz de todos os deuses deixa o céu embriagado de harmonia."
* "Lutar pelo ''amor'' é bom, mas alcançá-lo sem luta é melhor."
::- [[William Shakespeare]]
 
* "Assim que se olharam, amaram-se; assim que se amaram, suspiraram; assim que suspiraram, perguntaram-se um ao outro o motivo; assim que descobriram o motivo, procuraram o remédio."
::- [[William Shakespeare]]
 
* "O amor sendo cego, os enamorados não podem ver as loucuras que cometem"
::- [[William Shakespeare]], em O Mercador de Veneza
 
* "Um coração feliz é o resultado inevitável de um coração ardente de '''amor'''."
::- [[La Rochefoucauld]]
 
* "Quem não tem namorado é alguém que tirou férias não remuneradas de si mesmo. Namorado é a mais difícil das conquistas. Difícil porque namorado de verdade é muito raro. Necessita de adivinhação, de pele, saliva, lágrima, nuvem, quindim, brisa ou filosofia."
* "Eu tenho algo
::- ''Atribuído a [[Carlos Drummond de Andrade]], mas é de [[Artur da Távola]]''
:Tu, nada tens
:eu amo."
::- [[Goethe]]
 
* Quadrilha:
*"Quem não tem namorado é alguém que tirou férias não remuneradas de si mesmo. Namorado é a mais difícil das conquistas. Difícil porque namorado de verdade é muito raro. Necessita de adivinhação, de pele, saliva, lágrima, nuvem, quindim, brisa ou filosofia".
:João amava Teresa que amava Raimundo
:- ''Atribuído a [[Carlos Drummond de Andrade]], mas é de [[Artur da Távola]]''
:que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili
:que não amava ninguém.
:João foi para o Estados Unidos, Teresa para o convento,
:Raimundo morreu de desastre, Maria ficou para tia,
:Joaquim suicidou-se e Lili casou com J. Pinto Fernandes
:que não tinha entrado na história.
::- [[Carlos Drummond de Andrade]]
 
* "Há vários motivos para não se amar uma pessoa e um só para amá-la."
::- [[Carlos Drummond de Andrade]]
 
* "O amor é grande e cabe nesta janela sobre o mar. O mar é grande e cabe na cama e no colchão de amar. O amor é grande e cabe no breve espaço de beijar."
::- [[Carlos Drummond de Andrade]]
 
* "Nada há tão doce na vida como os jovens sonhos de amor."
::- [[Bruno Giner & Marcelo Rocha]]{{carece de fontes}}
 
* "Quando o coração se fecha faz muito mais barulho que uma porta."
::- [[António Lobo Antunes]], in "Livro de Crónicas"
 
* "Todo amor é eterno. E, se acaba, não era amor."
::- [[Nelson Rodrigues]]
 
* "Sexo é o que faz fora da cama."
::- [[Leandro Malaquias]]
 
* "Na [[primavera]], a [[imaginação]] de um [[jovem]] volta-se, ligeira, para [[pensamento]]s de [['''amor]]'''."
::- ''In the Spring a young man's fancy lightly turns to thoughts of love.''
:::- ''[[s:en:Locksley Hall|Locksley Hall]] (1842), de [[Alfred Tennyson]], ''tradução conforme citado em Caras''<ref>[http://www.caras.com.br Revista Caras], Edição 674</ref>''
:::- ''tradução conforme citado em [http://www.caras.com.br Revista Caras], Edição 674''.
 
* "O [[amor]]...! grandes [[palavra]]s antes, palavrinhas durante, palavrões depois."
::- ''love: Des grands mots avant, des petits mots pendant, des gros mots après!''
:::- ''[[Henry Becque]] citado em "Saturday Review‎"<ref>Saturday Review - Página 68, de Bernard Augustine De Voto, Cairns Collection of American Women Writers - Publicado por Saturday Review Associates, 1961, v.44:4''</ref>
 
* "A mais doce [[alegria]], o mais selvagem aborrecimento, é o [[amor]]."
::- ''The sweetest joy, the wildest woe is love''
:::- '''''Bailey's Festus''' citado in: <ref>"A complete dictionary of poetical quotations: comprising the most excellent and appropriate passages in the old British poets; with choice and copious selections from the best modern British and American poets" - [http://books.google.com/books?id=VVxQAAAAMAAJ&pg=PA324 Página 324], de Sarah Josepha Buell Hale, John F. Addington - Publicado por Lippincott, Grambo & Co., 1856 - 570 páginas''</ref>
 
*"O [[amor]] pode [[morte|morrer]] na [[verdade]], a [[amizade]] na [[mentira]]"."
::- ''un amour peut mourir d’une vérité, comme une amitié d’un mensonge''
:::- ''[[Abel Bonnard]] citado em ''<ref>"L'Idylle passionnée: roman‎" - Página 90, de Yvonne Schultz - Publicado por Impr. de l'Illustration,1928 - 52 páginas''</ref>
 
* "Não existem [[amor]]es feios nem [[prisões]] belas."
::- ''Il n'y a point de laides amours, ni de belles prisons''
:::- ''Notables Enseignements''<ref>Notables Enseignements, adages et proverbes, de [[Pierre Gringore]], publicado em 1527''</ref>
 
* "Minha eterna [[loucura]]: imaginar feliz, [[sonho]]s de [[futuro]]. [[Esperança]] de [[''amor]]'', viagens ao sol."
::- ''De mi eterna locura: imaginar dichoso, sueños de futuro. Esperanzas de amor, periplos soleados.''
:::- ''La realidad y el deseo''<ref>La realidad y el deseo, 1924-1962‎ - Página 352, de [[Luis Cernuda]] - Publicado por Fondo de Cultura Económica, 1964 - 381 páginas''</ref>
 
*"Ninguém ama se não [[amor|ama]] à primeira vista"."
::- [[George Chapman]] citado em <ref>Chalita, Mansour. ''Os mais belos pensamentos de todos os tempos''. 4 Edição. Rio de Janeiro: Assoc. Cultural Internac. Gibran. pág. 58.</ref>
 
* "A [[mentira]] mata o [[amor]], tem-se dito com frequência. E a franqueza, então?"
::- ''Le mensonge tue l'amour, at-on dit. Eh bien, et la franchise, donc ! ''
:::- ''[[Abel Hermant]] citado em <ref>"Encyclopédie des citations‎" - Página 160, de P. Dupré, Fernand Keller - Publicado por Éditions de Trévise, 1960 - 701 páginas''</ref>
 
* "Não há no [[céu]] fúria comparável ao '''amor''' transformado em [[ódio]] nem há no [[inferno]] ferocidade como a de uma [[mulher]] desprezada."
:::- ''"The Mourning Bride"''<ref>The Mourning Bride, William Congreve, act III in: "The dramatic works of Wycherley, Congreve, Vanbrugh, and Farquhar: with biographical and critical notices"‎ - [http://books.google.com.br/books?id=WuENAAAAMAAJ&pg=PA249 Página 249], de William Wycherley, William Congreve, Sir John Vanbrugh, George Farquhar - G. Routledge, 1866 - 668 páginas</ref>
 
* "A [[harmonia]] é puro ''amor'', pois amor é total concordância"."
:- ''Armonia es puro amor, porque el amor es concierto.''
:::- ''Comedias escogidas''<ref>Comedias escogidas, Frey Lope Félix de Vega Carpio, Volume 3‎ - [http://books.google.com.br/books?id=359BAAAAYAAJ&pg=RA1-PA635 Página 635], Lope de Vega, Juan Eugenio Hartzenbusch, Juan Pérez de Montalván, Adolfo de Castro, Antonio Gil y Zárate - 1857</ref>
* [[Amor e sexo]]
* [[Amor e sofrimento]]
 
 
{{Referências}}
58

edições