Mário Quintana: diferenças entre revisões

24 bytes removidos ,  28 de março de 2013
m
Tipografia.
m (Tipografia.)
|Cor=#c0c0c0
}}
'''[[w:Mario Quintana|Mario Quintana]]''' (Alegrete, [[30 de julho]] de [[1906]] — Porto Alegre, [[5 de maio]] de [[1994]]), foi poeta, tradutor e um jornalista brasileiro.
 
----
 
== '''Frases e Poemas''' ==
 
* "Quem pretende apenas a [[glória]] não a merece."
::- ''Caderno H - [http://books.google.com.br/books?id=VC26cLkBhOwC&pg=PA80 Página 80], [[Mário Quintana]] - Globo Livros, 2006, ISBN 852504203X, 9788525042033978‐85‐250‐4203‐3 - 416 páginaspp.
 
* "Um autor, primeiro, é assunto. Mas a [[glória]], mesmo, é quando ele vira falta de assunto..."
::- ''Caderno H - [http://books.google.com.br/books?id=VC26cLkBhOwC&pg=PA178 Página 178], [[Mário Quintana]] - Globo Livros, 2006, ISBN 852504203X, 9788525042033978‐85‐250‐4203‐3 - 416 páginaspp
 
* "Não sei por que, sorri de repente. E um gosto de estrela me veio na boca."
::- ''"Noturno" in: Mario Quintana: poesia completa [em um volume] - página 204, [[Mário Quintana]], Tania Franco Carvalhal - Editora Nova Aguilar, 2005, ISBN 8521000871, 9788521000877978‐85‐210‐0087‐7 - 1019 páginaspp.
 
* "A [[amizade]] é uma espécie de [[amor]] que nunca [[morre]]."
5

edições