Diferenças entre edições de "Sigmund Freud"

327 bytes adicionados ,  03h07min de 25 de fevereiro de 2013
sem resumo de edição
m (r2.7.3) (Robô: A modificar uk:Зиґмунд Фрейд para uk:Зигмунд Фрейд)
----
 
* “A maioria das pessoas não quer realmente a liberdade, pois liberdade envolve responsabilidade, e a maioria das pessoas tem medo de responsabilidade.” [Sigmund Freud] ''Die meisten Menschen wollen nicht wirklich Freiheit, denn zur Freiheit gehört auch Verantwortung - und davor fürchten sich die meisten Menschen.''
* "Não desejo suscitar convicções, o que desejo é estimular o pensamento e derrubar preconceitos."
 
::- ''Ich will keine Überzeugungen erwecken — ich will Anregungen geben und Vorurteile erschüttern.
:::- ''Gesammelte Schriften, Volume 7‎ - Página 250, [[Sigmund Freud]], Anna Freud - Internationaler psychoanalytischer Verlag, 1924
 
*"Como é ousado aquele que tem a certeza de ser amado."
::- ''How bold one gets when one is sure of being loved."
:::- ''Freud, S. (1882). Letter from Sigmund Freud to Martha Bernays, June 27, 1882. Letters of Sigmund Freud 1873-1939, 10-12
 
* "Na verdade não sou de forma alguma um homem de ciência, nem um observador, nem um experimentador, nem um pensador. Sou, por temperamento, nada mais que um conquistador - um aventureiro, em outras palavras - com toda a curiosidade, ousadia e tenacidade características desse tipo de homem."
::- '''Fonte''': ''carta a Wilhelm Fliess, 1o. de fevereiro de 1900''
 
* "Não desejo suscitar convicções, o que desejo é estimular o pensamento e derrubar preconceitos."
::- ''Ich will keine Überzeugungen erwecken — ich will Anregungen geben und Vorurteile erschüttern.
:::- ''Gesammelte Schriften, Volume 7‎ - Página 250, [[Sigmund Freud]], Anna Freud - Internationaler psychoanalytischer Verlag, 1924
 
* "Não, nossa [[ciência]] não é uma [[ilusão]]. Ilusão seria imaginar que aquilo que a ciência não nos pode dar, podemos conseguir em outro lugar."
::- ''Nein, unsere Wissenschaft ist keine Illusion. Eine Illusion aber wäre es zu glauben, daß wir anderswoher bekommen könnten, was sie uns nicht geben kann
:::- ''Gesammelte Werke: Bd. Werke aus den Jahren 1925-1931. 5. Aufl. 1976‎ - Página 380, Sigmund Freud, Anna Freud - S. Fischer, 1976 - 605 páginas
 
* "Não posso ver mérito algum em se ter [[vergonha]] da sexualidade."
::- ''Ich kann nicht finden, daß irgend ein Verdienst daran ist, sich der Sexualität zu schämen
:::- ''Massenpsychologie und Ich-Analyse‎ - Página 44, Sigmund Freud - Internationaler Psychoanalytischer Verlag, 1921 - 140 páginas
 
* "Um fortalecimento do intelecto tende a dominar a nossa vida instintiva"
::- ''a strengthening of the intellect, which tends to master our instinctive life
:::- ''Civilization, war and death: selections from three works‎ - Página 97, Sigmund Freud, John Rickman - Hogarth Press, 1939 - 102 páginas
 
* "Os [[sonho]]s são absolutamente [[egoísta]]s."
:::- ''Zur Technik der Psychoanalyse und zur Metapsychologie‎ - Página 243, Sigmund Freud - Internationaler Psychoanalytischer Verlag, 1924 - 275 páginas
 
* "Um fortalecimento do intelecto tende a dominar a nossa vida instintiva"
* "Não, nossa [[ciência]] não é uma [[ilusão]]. Ilusão seria imaginar que aquilo que a ciência não nos pode dar, podemos conseguir em outro lugar."
::- ''a strengthening of the intellect, which tends to master our instinctive life
::- ''Nein, unsere Wissenschaft ist keine Illusion. Eine Illusion aber wäre es zu glauben, daß wir anderswoher bekommen könnten, was sie uns nicht geben kann
:::- ''GesammelteCivilization, Werke:war Bd.and Werkedeath: ausselections denfrom Jahrenthree 1925-1931. 5. Aufl. 1976‎works‎ - Página 38097, Sigmund Freud, AnnaJohn FreudRickman - S.Hogarth FischerPress, 19761939 - 605102 páginas
 
* "Na verdade não sou de forma alguma um homem de ciência, nem um observador, nem um experimentador, nem um pensador. Sou, por temperamento, nada mais que um conquistador - um aventureiro, em outras palavras - com toda a curiosidade, ousadia e tenacidade características desse tipo de homem."
::- '''Fonte''': ''carta a Wilhelm Fliess, 1o. de fevereiro de 1900''
 
* "[[Religião]] seria assim a neurose obsessiva universal da humanidade, tal como a neurose obsessiva das crianças, que decorre do Complexo de Édipo, na relação com o pai".
Utilizador anónimo