Diferenças entre edições de "Honoré de Balzac"

921 bytes adicionados ,  23h24min de 30 de novembro de 2012
sem resumo de edição
m (r2.7.3) (Robô: A adicionar: ar:أونوريه دي بلزاك)
 
*Era uma daquelas existências anônimas, entomológicas, como existem em certo imóveis, onde se fica sabendo, no fim de quatro anos, que existe um velho senhor no quarto andar que conheceu [[Voltaire]], [[Pilastre de Rosier]], [[Beaujou]], [[Marcel]], [[Mole]], [[Sophie Arnould]], [[Benjamin Franklin|Franklin]] e [[Robespierre]].”
 
 
===A mulher de trinta anos===
 
*"Os melhores corações alugmas vezes são bem cruéis"
 
*"Mas, minha pobre Júlia, és ainda muito moça, muito frágil, muito delicada para suportares os pesares e as lidas do casamento. D'Aiglemont foi mimado pelos parentes, assim como tu o foste por tua mãe e por mim. Como esperar que ambos possam entender-se com vontades diferentes cujas tiranias serão inconciliáveis Serás vítima ou tirana. Ambas as alternativas trazem soma igual de infelicidade a vida de uma mulher. Mas és meiga e modesta, serás a primeira a submeter-te."
 
*"A influência que os lugares exercem sobre a alma é um fato digno de atenção. Se infalivelmente a melancolia se apodera de nós quando estamos a beira da água, uma outra lei da nossa naturezaimpressionável faz com que, nas montanhas, nossos sentimentos se apurem; aí a paixão ganha em profundidade o que parece perder em vivacidade."
 
 
===Obras completas===
120

edições