Diferenças entre edições de "Clarice Lispector"

3 bytes adicionados ,  23h55min de 4 de setembro de 2012
==Uma Aprendizagem ou o Livro dos Prazeres==
 
*"(...) E era bom. "Não entender" era tão vasto que ultrapassava qualquer entender - entender era sempre limitado. Mas não entender não tinha fronteiras e levava ao infinito, ao Deus. Não era um não entender como um espírito. O bom era ter inteligência e não entender. Era uma benção como a de ter loucura sem ser doida. Era um desinteresse manso em relação às coisas ditas do intelecto, uma doçura de estupidez. (...) ''Clarice Lispector, in: Uma aprendizagem ou O Livro dos Prazeres, 8a. ed, RJ: Editora Nova Fronteira, 1980, p. 44''
 
{{artigo principal|[[Uma Aprendizagem ou o Livro dos Prazeres]]}}
Utilizador anónimo