Diferenças entre edições de "Advogado"

692 bytes adicionados ,  23h37min de 23 de julho de 2012
sem resumo de edição
* "A [[profissão]] de [[advogado]] tem, aos nossos [[olho]]s, uma [[dignidade]] quase sacerdotal. Toda a vez que a exercemos com a nossa [[consciência]], consideramos desempenhada a nossa [[responsabilidade]]. Empreitada é a dos que contratam [[vitória]]s forenses. Nós nunca nos comprometemos ao vencimento de causas, nunca endossamos saques sobre a consciência dos tribunais, nunca abrimos banca de vender peles de [[urso]]s antes de mortos."
::- ''[[Ruy Barbosa]]; citado em "Dicionário de conceitos e pensamentos de Rui Barbosa" - Página 10, de Luiz Rezende de Andrade Ribeiro - Publicado por Edart, 1967 - 529 páginas''
 
*"Nos processos criminais os [[advogado]]s têm frequentemente justificado seus constituintes, alegando inconsciência no momento do crime, o que é, na opinião deles, simples caso de [[doença]]. E imagine só, meu general, que a [[medicina]] lhes dá [[razão]]. O médico e o [[advogado]] mancomunam-se para descbrir um [[louco]] sob a [[máscara]] de um assassino. Alegam existir de fato uma demência temporária, durante a qual o [[indivíduo]] perde, senão completamente, ao menos em grande parte, a [[memória]]."
:- [[Dostoiévski]], Fiodor. O Jogador. Tradução Pietro Nassetti. Título original em russo: Igrok (1866). São Paulo, 2010. Editora Martin Claret Ltda. Página 58
 
*"[[Casamento]] é realmente algo difícil; você tem que lidar com [[sentimento]]s e [[advogado]]s".
120

edições