Diferenças entre edições de "Liev Tolstói"

456 bytes adicionados ,  13h23min de 14 de julho de 2012
m
+ fontes
m (r2.7.3) (Robô: A modificar: da:Leo Tolstoj)
m (+ fontes)
* "Para que os homens possam viver a vida comum sem oprimir-se mutuamente, não necessitam das instituições sustentadas pela força, mas sim de um estado moral dos homens, no qual, por convicção interior, e não por força, procedam com os outros como querem que os outros procedam com eles"
::- ''Aos políticos'' - página 62, in ''A insubmissão e outros escritos'', tradução de Plínio Augusto Coêlho, São Paulo: Ateliê Editorial e Editora Imaginário, 2010
 
* "Aceitar a [[dignidade]] de outra pessoa é axiomático. Não tem nada a ver com [[dominação]], [[apoio]], ou atos de [[caridade]] em relação aos outros."
::- ''Pensamentos para uma vida feliz - Página 69, [[Leo Tolstoy]], Barbara Heliodora, Prestígio, ISBN 8599170252, 9788599170250 - 224 páginas
 
 
===Ressurreição===
 
==Atribuídas==
 
* "Enquanto houver matadouros, também haverá campos de guerrabatalha."
::- ''citado em "Religião Para Quê? - Página 12, Eugen Drewermann - Editora Sinodal, 2004, ISBN 8523307516, 9788523307516 - 156 páginas
 
* "Os ricos farão de tudo pelos pobres, menos descer de suas costas."
::- ''citado em "Sombras do paraíso" - Página 275, Antonio R. Bandeira - Editora Record, 1994, ISBN 8501041793, 9788501041791 - 433 páginas
 
 
{{sem fontes}}
 
 
* "Se o homem aspira sinceramente viver uma vida real, sua primeira decisão deve ser abster-se de comer carne e não matar nenhum animal para comer."
 
* "Enquanto houver matadouros, haverá campos de guerra."
 
* "Se queres ser universal, começa por pintar a tua aldeia."
 
* "O inverossímil em matéria de sentimentos é o sinal mais seguro da verdade."
 
* "Os ricos farão de tudo pelos pobres, menos descer de suas costas."
 
* "Quem nunca esteve na prisão não sabe como é o Estado."
 
* "Em arte tudo está naquele ''nada''."
 
* "Aceitar a dignidade de outra pessoa é axiomático. Não tem nada a ver com dominação, apoio, ou atos de caridade em relação aos outros."
 
* "É no coração do homem que reside o princípio e o fim de todas as coisas."