Diferenças entre edições de "Humanidade"

711 bytes adicionados ,  00h22min de 13 de fevereiro de 2012
m
+ fontes
m (+ fontes)
m (+ fontes)
 
* "A [[humanidade]] é virtude da [[mulher]]; a [[generosidade]] é virtude do [[homem]]."
::- ''Humanity is the virtue of a woman, generosity that of a man
:- ''[[Adam Smith]]''
:::- ''The theory of moral sentiments: To which is added a dissertation on the origin of languages - [http://books.google.com.br/books?id=-V4AAAAAMAAJ&pg=PA285 Página 285], [[Adam Smith]] - Printed for A. Millar, A. Kincaid and J. Bell in Edinburgh; and sold by T. Cadell, 1767 - 478 páginas
 
* "A [[democracia]] é o [[destino]] da [[humanidade]]; a [[liberdade]] o seu braço indestrutível."
:::- ''Fonte: Histoire de France, [[Jules Michelet]], éd. Chamerot, 1861, vol. 4, livre VIII, chap. 1er (« Le duc d'Orléans, le duc de Bourgogne »), « 1407 (23 nov.) Jean-sans-Peur le fait assassiner », p. 103''
 
* "Enganarmo-nos é o preço de pensarmos, [...] a humanidade reina graças à ousadia dos seus erros."
::- ''Se tromper est la rançon de penser[...] L'humanité règne par des erreurs hardies.
:- ''[[Émile-Auguste Chartier]]''
:::- ''Esquisses de l'homme: propos - página 63 - Volume 9 de Philosophes et moralistes, [[Alain]] - Éd. d'art É. Pelletan, 1938 - 287 páginas
 
* "A mais humilde canção popular, quando imbuída de [[humanidade]], é [[poesia]]."
::- ''Il più umile canto popolare, se un raggio d'umanità vi splende, è poesia
:- ''[[Benedetto Croce]]''
:::- ''Filosofia, poesia, storia - página 254, [[Benedetto Croce]] - Ricciardi, 1951 - 1245 páginas
 
*"É a [[capacidade]] de escolher que faz de nós seres [[humano]]s."