Glória: diferenças entre revisões

2 524 bytes adicionados ,  23h29min de 25 de setembro de 2011
m
+ fontes - sem fontes
m (interwiki)
m (+ fontes - sem fontes)
:::- ''[[William Shakespeare]] in [[s:en:The Rape of Lucrece|The Rape of Lucrece]]
 
* "Não há caminhos[[caminho]]s de flores[[flor]]es que conduzem à [[glória]]."
::- ''Aucun chemin de fleurs ne conduit à la gloire
:- ''[[Jean de La Fontaine]]
:::- ''Os dois aventureiros & O talismã in: "Fables choisies, mises en vers. Reveuës, corrigées & augmentées" - [http://books.google.com.br/books?id=tbcDAAAAQAAJ&pg=PA324 Página 324], [[Jean de La Fontaine]] - 1705
:::- ''Fábulas escolhidas entre as de J. La Fontaine: Volumes 1-2 - [http://books.google.com.br/books?id=EejqAAAAMAAJ&pg=RA1-PA232 Página 232], [[Jean de La Fontaine]], Francisco Manuel do Nascimento - Typ. de H. Bryer, 1815
 
* "A [[glória]] da [[amizade]] não é a mão estendida, nem o [[sorriso]] carinhoso, nem mesmo a delícia da companhia. É a inspiração espiritual que vem quando você descobre que alguém acredita e confia em você."
::- ''The glory of friendship is not the outstretched hand, nor the kindly smile, nor the joy of companionship. It is the spiritual inspiration that comes to one when he discovers that someone else believes in him and is willing to trust him
:- ''[[Ralph Waldo Emerson]]
:::- ''[[Ralph Waldo Emerson]] citado em "The reflecting pond" - Página 37, Liane Cordes - Hazelden Publishing, 1980, ISBN 0894861212, 9780894861215 - 140 páginas
 
* "Heróis[[Herói]]s são reféns da [[glória]]. Vivem sufocados pela [[tirania]] do alto desempenho."
::- ''[[Armando Nogueira]] citado em "Frases Geniais" - Página 211, Paulo Buchsbaum - Ediouro Publicações, 2004, ISBN 8500015330, 9788500015335 440 páginas
:- ''[[Armando Nogueira]]
 
* "A [[glória]] dos [[homens]] deve ser sempre medida pelos meios de que lançaram mão para conquistá-la."
::- ''Le gloire des grands hommes se doit toujours mesurer aux moyens dont ils se sont servis pour l'acquérir.
:- ''[[La Rochefoucauld]]
:::- ''Maximes et réflexions, morales - [http://books.google.com.br/books?id=CZUtAAAAMAAJ&pg=PA40 Página 40], [[François La Rochefoucauld]] (duc de) - 1784 - 153 páginas
 
* "Não sei de [[glória]] mais alta do que a glória de quem ama!"
::- ''Velha Página in: Poesias: Panoplias, Via lactea, Sarças de fogo, Alma inquieta, As viagens, Ocaçador de esmeraldas, [[Olavo Bilac]] - H. Garnier, 1904 - 273 páginas (vide [[s:Velha Página#quote1|wikisource]])
:- ''[[Olavo Bilac]]
 
* "A [[glória]] é tanto mais tardia quanto mais duradoura há de ser, porque todo fruto delicioso amadurece lentamente."
::- ''In der Regel wird sogar der Ruhm, je länger er zu dauern hat, desto später eintreten; wie ja alles Vorzügliche langsam heranreift.
:- ''[[Schopenhauer]]
:::- ''Parerga und Paralipomena: kleine philosophische Schriften - [http://books.google.com.br/books?id=_nERAAAAYAAJ&pg=PA374 Página 374], [[Arthur Schopenhauer]] - A.W. Hahn, 1851
 
* "A primeira [[glória]] é a reparação dos erros[[erro]]s."
::- ''[[Machado de Assis]] in: [[s:Ressurreição (Machado de Assis)/II#quote1|"Ressurreição", (Capítulo II: Liquidação do ano velho)]] (1872)
:- ''[[Machado de Assis]]
 
* "A glória deve ser conquistada; a honra, por sua vez, basta que não seja perdida."
:- ''[[Schopenhauer]]
 
* "A glória chega quando o trabalho franqueia a estrada."
:- ''[[Públio Siro]]
 
* "Nossa maior glória não está em jamais cair, mas em levantar a cada queda."
:- ''[[Confúcio]]
 
* "A verdadeira glória consiste em poderes ser o que és, 24 horas por dia..... Ser ou não ser , eis a questão!"
:- ''[[Shakespeare]]
 
* "Quando iniciamos a vida, cada um de nós recebe um bloco de mármore e as ferramentas necessárias para convertê-lo em escultura. Podemos arrastá-lo intacto a vida toda, podemos reduzi-lo a cascalho ou podemos dar-lhe uma forma gloriosa."
::- ''We are each given a block of marble when we begin a lifetime, and the tools to shape it into sculpture. [...] We can drag it behind us untouched, we can pound it to gravel, we can shape it into glory
:- ''[[Richard Bach]]
:::- ''One - página 118, [[Richard Bach]] - Dell, 1989, ISBN 044020562X, 9780440205623 - 400 páginas
 
* "Quem pretende apenas a [[glória]] não a merece."
::- ''Caderno H - [http://books.google.com.br/books?id=VC26cLkBhOwC&pg=PA80 Página 80], [[Mário Quintana]] - Globo Livros, 2006, ISBN 852504203X, 9788525042033 - 416 páginas
:- ''[[Mário Quintana]]
 
* "AUm glóriaautor, primeiro, é quandoassunto. Mas a gente[[glória]], mesmo, é quando ele vira falta de assunto..."
::- ''Caderno H - [http://books.google.com.br/books?id=VC26cLkBhOwC&pg=PA178 Página 178], [[Mário Quintana]] - Globo Livros, 2006, ISBN 852504203X, 9788525042033 - 416 páginas
:- ''[[Mário Quintana]]
 
* "É muito melhor arriscar coisas grandiosas, alcançar triunfos e glórias, mesmo expondo-se a derrota, do que formar fila com os pobres de espírito que nem gozam muito nem sofrem muito, porque vivem nessa penumbra cinzenta que não conhece vitória nem derrota."
::- ''Far better it is to dare mighty things, to win glorious triumphs - even though checkered by failure, than to take rank with those poor spirits who neither enjoy much nor suffer much, because they live in the gray twilight that knows not victory nor defeat
:- ''[[Theodore Roosevelt]]
:::- ''The strenuous life: essays and addresses - página 4, [[Theodore Roosevelt]], Adegi Graphics LLC, 1924, ISBN 1421265893, 9781421265896, 332 páginas
 
==Veja também==