Diferenças entre edições de "Agradável"

530 bytes removidos ,  16h45min de 28 de agosto de 2011
m
+ fontes - sem fontes
m (+ fontes)
m (+ fontes - sem fontes)
----
 
 
* "Nada pode haver maior, mais grato nem mais feliz que achar dentro de si mesmo todos os motivos para tornar a [[vida]] [[agradável]], venturosa e suportável."
:- ''[[Carlos Bernardo González Pecotche]]''
 
* “Não era o [[mal]] que lhe dava [[idéia]] do [[prazer]], que lhe parecia [[agradável]]; era o [[prazer]] que lhe parecia [[maligno]].”
::- ''The best way to keep children at home is to make the atmosphere pleasant and let the air out of the tires.''
:::- "Dorothy Parker in Her Own Words: In Her Own Words‎" - Página 76, de [[Dorothy Parker]], Barry Day - Publicado por Taylor Trade Pub., 2004, ISBN 1589790715, 9781589790711 - 203 páginas''
 
* "É [[agradável]], de [[tempo]]s em tempos, tentar imaginar o que teria sido a [[existência]] se [[Deus]] tivesse conseguido um [[orçamento]] e [[roteirista]] melhores".
:- ''[[Woody Allen]]''
 
* "Quase todos os esforços humanos se dirigem não à diminuição da carga do [[trabalhador]], mas a tornar mais [[agradável]] o [[ócio]] dos que já vivem em [[lazer]]."
::- ''Pensamentos para uma vida feliz - [http://books.google.com.br/books?id=VjiouzqX6b0C&pg=PA97 Página 97], [[Leo Tolstoy]], tradução de Barbara Heliodora, Prestígio Editorial, ISBN 8599170252, 9788599170250, 224 páginas
 
* "Nada deixa a [[desejo|desejar]] quem une o útil ao [[agradável]]."
:- ''[[Horácio]]''
 
* "A [[dúvida]] não é uma condição [[agradável]], mas a [[certeza]] é absurda."
 
* "Se você tem [[cérebro]] e [[sapato]]s nos [[pé]]s, e o [[caminho]] não for [[agradável]], vá por outro que julgar melhor."
::- ''You have brains in your head. You have feet in your shoes. You can steer yourself, any direction you choose
:::- ''[[Theodor Seuss Geisel]] citado em "The Man Who Was Dr. Seuss: The Life and Work of Theodor Geisel" - Página 175, de Thomas Fensch - New Century Books, 2001, ISBN 0930751116, 9780930751111 - 212 páginas
 
* "Para a maioria, quão pequena é a porção de [[prazer]] que basta para fazer a [[vida]] [[agradável]]."
:- ''[[Friedrich Nietzsche]]''
 
* "Eu acho que a coisa mais importante na [[vida]] de uma pessoa é [[felicidade]]. Não coisas materiais como [[carro]], [[dinheiro]], [[casa]], você pode ter tudo. Se você não for feliz, o que você tem? Então eu acho que se eu puder apenas continuar fazendo a [[vida]] das pessoas agradável e fazer minha própria vida feliz, então e tudo o que eu poderia esperar da vida."
 
* "Conhecemos um [[homem]] pelo seu [[riso]]. Se na primeira vez que o encontramos ele ri de maneira [[agradável]], o [[íntimo]] é excelente."
::- ''I may be mistaken but I fancy that one can know a man from his laugh, and if you like a man's laugh before you know anything of him, you may confidently say that he is a good man.
:- ''[[Fiódor Dostoiévski]]''
:::- ''The house of the dead: a novel in two parts - página 36, [[Fyodor Dostoyevsky]] - The Macmillan Company, 1915 - 284 páginas
 
* Escrever é esquecer. A [[literatura]] é a maneira mais [[agradável]] de ignorar a [[vida]].
::- ''[[Fernando Pessoa]]; "Autobiografia sem Factos". (Assírio & Alvim, Lisboa, 2006, p. 128) ''
 
* "Para que um bom relacionamento continue e seja [[agradável]], é preciso não apenas suspeitar prudentemente, como ocultar discretamente a [[suspeita]].
:- ''[[Stendhal]]''
 
* "Quando o [[amor]] se intensifica, entram em [[jogo]] as pressões ou arranhões no [[corpo]] com as unhas. As pressões com as unhas, entretanto, não são comuns senão entre aqueles que estejam intensamente apaixonados, ou seja, cheios de [[paixão]]. São empregadas, juntamente com a mordida, por aqueles para quem tal prática é [[agradável]]."
::- ''[[Kama Sutra]]''