Diferenças entre edições de "Salazar"

239 bytes removidos ,  00h29min de 22 de fevereiro de 2011
m
- sem fontes
m (Revertidas edições por Escomungado, para a última versão por Chico)
m (- sem fontes)
* "Não tem que agradecer-me ter aceitado o encargo, porque representa para mim tão grande [[sacrifício]] que por favor ou amabilidade o não faria a ninguém. Faço-o ao meu [[País]] como dever de consciência, friamente, serenamente cumprido".
:- ''No discurso de posse como ministro das Finanças; "Discursos", volume 1 - Página 3; de Antonio de Oliveira Salazar, Oliveira Salazar - Publicado por Coimbra Editora, 1945''
 
==Atribuidas==
{{sem fontes}}
 
* "Não devemos deixar entrar a desordem onde há ordem."
 
* "Não se pode, ao mesmo tempo, governar e encantar a multidão."
 
* "Vós pensais nos vossos [[filhos]], eu penso nos [[filhos]] de todos vós".