Lao Tsé: diferenças entre revisões

246 bytes adicionados ,  16h41min de 21 de fevereiro de 2011
sem resumo de edição
Sem resumo de edição
Sem resumo de edição
:- ''Tao Te Ching Capítulo 49
 
* "No mundo nada é tão flexível e fraco como a água. Mas para atacar o que é firme e forte nada a consegue exceder. Porque o que não tem lhe permite mudar."
* "A libertação do desejo conduz à paz interior."{{carece de fontes}}
:- ''Tao Te Ching Capítulo 4878
 
* "Para obter conhecimento, adicione coisas todos os dias. Para ganhar sabedoria, elimine coisas todos os dias."{{carece de fontes}}
* "Nas profundezas do insondável jaz o ser. Antes que o céu e a terra existissem, já era o ser. Imóvel, sem forma. O vácuo, o nada, berço de todos os possíveis. Para além de palavra e pensamento está o Tao, origem sem nome nem forma, a grandeza, a fonte eternamente borbulhante. O ciclo do ser e do existir."{{carece de fontes}}
:- ''Tao Te Ching Capítulo 48
 
* "No que se inverte, vemos o movimento do Tao. No que cede, vemos a utilidade do Tao. No mundo, as dez mil coisas nascem do que existe. O que existe nasce do que não existe."{{carece de fontes}}
* "Só sabemos com exatidão quando sabemos pouco. Com o conhecimento vem a dúvida."{{carece de fontes}}
:- ''Tao Te Ching Capítulo 40
 
* "O que está tranquilo é fácil de manter. O que ainda não dá indícios de mudar é fácil de gerir. Deve‑se agir no ainda não ter sido. Pôr em ordem antes de haver confusão. Uma árvore da largura de um abraço cresce a partir de um pêlo insignificante. Um terraço da altura de nove andares eleva‑se a partir de terra amontoada. Uma viagem de mil léguas começa debaixo dos nossos pés."
* "O rio atinge seus objetivos porque aprendeu a contornar obstáculos."{{carece de fontes}}
:- ''Tao Te Ching Capítulo 64
 
* "Para obter conhecimento, adicione coisas todos os dias. Para ganhar sabedoria, elimine coisas todos os dias."{{carece de fontes}}
:- ''Tao Te Ching Capítulo 48
 
{{guias espirituais}}
Utilizador anónimo