Diferenças entre edições de "Leonardo Boff"

966 bytes adicionados ,  09h08min de 9 de janeiro de 2011
sem resumo de edição
 
*"Esse povo de Porto Alegre se faz guardião da humanidade mínima. Afirma a possibilidade real de vivermos juntos como humanos e nos mostra como devemos passar de uma consciência de nação e de classe a uma consciência de espécie".
::- ''no texto "[http://alainet.org/active/1724 Qual globalização?]", no Fórum Social Mundial de 2002.
 
*"Hoje nos encontramos numa fase nova na humanidade. Todos estamos regressando à Casa Comum, à Terra: os povos, as sociedades, as culturas e as religiões. Todos trocamos experiências e valores. Todos nos enriquecemos e nos completamos mutuamente. (...)"
::-''Casamento entre o céu e a terra''. Salamandra, Rio de Janeiro, 2001. pg 09.
 
*"(...) Vamos rir, chorar e aprender. Aprender especialmente como casar Céu e Terra, vale dizer, como combinar o cotidiano com o surpreendente, a imanência opaca dos dias com a transcendência radiosa do espírito, a vida na plena liberdade com a morte simbolizada como um unir-se com os ancestrais, a felicidade discreta nesse mundo com a grande promessa na eternidade. E, ao final, teremos descoberto mil razões para viver mais e melhor, todos juntos, como uma grande família, na mesma Aldeia Comum, generosa e bela, o planeta Terra."
::-''Casamento entre o céu e a terra''. Salamandra, Rio de Janeiro, 2001. pg 09.
 
==Atribuídas==
16

edições