Tolerância: diferenças entre revisões

183 bytes removidos ,  24 de novembro de 2010
m
+ fontes - sem fontes
mSem resumo de edição
m (+ fontes - sem fontes)
:- ''Toleration is good for all, or it is good for none.''
::- ''"[http://books.google.com.br/books?id=E8MVAAAAYAAJ&pg=PA325&dq=Toleration+is+good+for+all,+or+it+is+good+for+none. The Works of the Right Honourable Edmund Burke]"; Por [[Edmund Burke]]; Publicado por Wells and Lilly, 1826, página 325''
 
* " A [[tolerância]] está intimamente ligada à [[paciência]] – ambas se combinam na ação e apóia –se no respeito e na consideração ao proceder alheio."
:- ''[[Carlos Bernardo González Pecotche]]''
 
* "O [[respeito]] e a [[tolerância]] mútua propiciam os acercamentos e atenuam as diferenças."
:- ''[[Carlos Bernardo González Pecotche]]''
 
* "A [[árvore]] nascente aguarda-te a [[bondade]] e a [[tolerância]] para que te possa ofertar os próprios frutos em [[tempo]] certo."
::- ''[[Chico Xavier]] citado em "O Mestre Chico Xavier" - Página 88, Luis Eduardo Matos, Universo dos Livros Editora LTDA, 2007, ISBN 8599187449, 9788599187449''
:- ''[[Chico Xavier]]''
 
* "Não me deterei diante de nada, seguirei o [[caminho]] até o fim, farei todo o esforço possível. conversarei com amigos e com inimigos também, para apoiar a causa do [[Líbano]] e de seu [[povo]] - a causa da [[paz]], da [[tolerância]] e da [[igualdade]] entre os [[homens]]".
 
* " Meu apelo por uma [[revolução]] espiritual não é um apelo por uma revolução religiosa. Considero que a [[espiritualidade]] esteja relacionada com aquelas qualidades do espírito humano - tais como [[amor]] e [[compaixão]], [[paciência]], [[tolerância]], [[capacidade]] de perdoar, [[contentamento]], [[noção]] de [[responsabilidade]], noção de [[harmonia]] - que trazem [[felicidade ]] tanto para a própria pessoa quanto para os outros. É por isso que às vezes digo que talvez se possa dispensar a [[religião]]. O que não se pode dispensar são essas qualidades espirituais básicas."
::- ''[[Tenzin Gyatso]] in: Ética para um Novo Milênio''
 
* "Nesse grande movimento regenerador, o [[Espiritismo]] tem um papel considerável, não o Espiritismo ridículo, inventado por uma crítica trocista, mas o Espiritismo filosófico, tal qual o compreende quem quer que se dê a pena de procurar a [[amêndoa]] dentro da casca. (...) Não diz ''Fora do Espiritismo não há salvação'', mas, como [[Cristo]], ''Fora da caridade não há salvação'', princípio de união, de tolerância, que ligará os homens num [[sentimento]] comum de [[fraternidade]], em vez de os dividir em seitas inimigas. Por este outro [[princípio]], ''Não há fé inabalável senão aquela que pode olhar a razão face a face em todas as idades da [[humanidade]]'', destrói o [[império]] da [[fé]] cega, que aniquila a razão e da [[obediência]] passiva que embrutece; emancipa a [[inteligência]] do [[homem]] e levanta a sua [[moral]]."