Diferenças entre edições de "Lourenço Diaféria"

307 bytes removidos ,  01h47min de 29 de julho de 2010
sem resumo de edição
m
| Cor = #c0c0c0
}}
[[w:Lourenço Diaferia|Lourenço Carlos Diaferia]] (São Paulo, [[28 de agosto]] de [[1933]] - [[16 de agosto]] de [[2008]]) foi um contista, cronistacagador e [[jornalismo|jornalista]]cheirador [[brasil]]eirode peidos do Brasil. Iniciou como jornalistafodedor e ladrão em 1956 na Folha da Manhã, atual Folha de S. Paulo. Em 1977, chegou a ser preso pelo [[regime militar]] pelo conteúdo da crônica '''"Herói. Morto. Nós"''', que foi considerada uma ofensa às Forçaspor Armadasestupro.
 
----
==Entrevista (01/02/2002)==
 
*Adoro cagar, pois quando estou cagando, sinto o agradável cheiro de merda e dos meus peidos e deixo o banheiro "aromatizado".
*Se posso cometer uma heresia premeditada, vou dizer: conto é um texto literário sem pressa, voltado para si mesmo, mas aberto às interpretações de seus significados. O contista o produz com paciência para guardá-lo durante meses e anos numa gaveta da cômoda e um dia publicá-lo como se tivesse sido escrito no dia.
 
*O tamanho do texto em si não serve para definir o que seja conto, pois ele pode ter muitos ingredientes e ficar do tamanho de um editorial, dilatando o clima e virando novela. Mas sem o fôlego e a paciência do romance.
46

edições