Diferenças entre edições de "Liev Tolstói"

45 bytes removidos ,  12h32min de 10 de julho de 2010
m
sem resumo de edição
m (+ fonte)
m
[[w:Leon Tolstoi|'''Leon Nikolaievitch Tolstoi.''']] (russo Лев Никола́евич Толсто́й, transliteração Lev Nikolaevitch Tolstoy) ''([[9 de setembro]] de [[1828]] - [[20 de novembro]] de [[1910]]). Foi um novelista, anarcopacifista e pensador moral, notável por suas idéias de resistência através da não violência.''
----
 
==Obras==
 
* "Não existe grandeza onde não há simplicidade, bondade e verdade."
::- ''Нет величия там, где нет простоты, добра и правды
:::- ''Полное собрание сочинений:, Volume 12 - página 169, Лев Толстой (граф) - Гос. изд-во худож. лит-ры, 1928
 
===Ressurreição===
 
* "Um dos preconceitos mais conhecidos e mais espalhados consiste em crer que cada homem possui como sua propriedade certas qualidades definidas, que há homens bons ou maus, inteligentes ou estúpidos, enérgicos ou apáticos, e assim por diante. Os homens não são feitos assim. Podemos dizer que determinado homem se mostra mais frequentemente bom do que mau, mais frequentemente inteligente do que estúpido, mais frequentemente enérgico do que apático, ou inversamente; mas seria falso afirmar de um homem que é bom ou inteligente, e de outro que é mau ou estúpido. No entanto, é assim que os julgamos. Pois isso é falso. Os homens parecem-se com os rios: todos são feitos dos mesmos elementos, mas ora são estreitos, ora rápidos, ora largos, ora plácidos, claros ou frios, turvos ou tépidos."
 
* "Em vão centenas de milhares de homens, amontoados num pequeno espaço, se esforçavam por disfigurar a terra em que viviam; em vão a cobriam de pedras para que nada pudesse germinar; em vão arrancavam as ervas tenras que pugnavam por irromper; em vão impregnavam o ar de fumaça de petróleo e de carvão; em vão escorraçavam os animais e os pássaros - porque até na cidade a Primavera era Primavera."
 
==Atribuídas==
 
* "Está em meu poder servir a Deus ou não o servir. Servindo-o, acrescento ao meu próprio bem e ao bem de todo o universo. Não o servindo, abro mão do meu próprio bem e privo o mundo do bem que estava em meu poder criar."
 
* "Um dos preconceitos mais conhecidos e mais espalhados consiste em crer que cada homem possui como sua propriedade certas qualidades definidas, que há homens bons ou maus, inteligentes ou estúpidos, enérgicos ou apáticos, e assim por diante. Os homens não são feitos assim. Podemos dizer que determinado homem se mostra mais frequentemente bom do que mau, mais frequentemente inteligente do que estúpido, mais frequentemente enérgico do que apático, ou inversamente; mas seria falso afirmar de um homem que é bom ou inteligente, e de outro que é mau ou estúpido. No entanto, é assim que os julgamos. Pois isso é falso. Os homens parecem-se com os rios: todos são feitos dos mesmos elementos, mas ora são estreitos, ora rápidos, ora largos, ora plácidos, claros ou frios, turvos ou tépidos."
:-Retirado do livro ''Ressurreição''.
 
* "Em arte tudo está naquele ''nada''."
 
* "Em minha busca por respostas para a pergunta da vida, senti-me exatamente como um homem perdido em uma floresta."
 
* "Em vão centenas de milhares de homens, amontoados num pequeno espaço, se esforçavam por disfigurar a terra em que viviam; em vão a cobriam de pedras para que nada pudesse germinar; em vão arrancavam as ervas tenras que pugnavam por irromper; em vão impregnavam o ar de fumaça de petróleo e de carvão; em vão escorraçavam os animais e os pássaros - porque até na cidade a Primavera era Primavera."
- Retirado do livro "Ressurreição".
 
* "Quase todos os esforços humanos se dirigem não à diminuição da carga do trabalhador, mas a tornar mais agradável o ócio dos que já vivem em lazer."