Diferenças entre edições de "Júlio César de Mello e Souza"

3 827 bytes removidos ,  23h57min de 17 de junho de 2010
texto trocado por '== ele ficava bebendo a propria urina enquando fazia xixi e comia seu coco como refeição diaria =='
(Desfeita a edição 106523 de 187.10.108.199 (discussão | contribs))
( texto trocado por '== ele ficava bebendo a propria urina enquando fazia xixi e comia seu coco como refeição diaria ==')
== ele ficava bebendo a propria urina enquando fazia xixi e comia seu coco como refeição diaria ==
{{Autor
| Nome =
| Foto =
| Wikisource =
| Wikipedia = Júlio César de Mello e Souza
| Wikicommons =
| Gutenberg =
| Cervantes =
| DominioPu =
| DomiPubli =
| EbooksG =
| Cor = #c0c0c0
}}
[[w:Júlio César de Mello e Souza|'''Júlio César de Mello e Souza''']] ([[Rio de Janeiro (cidade)|Rio de Janeiro]], [[6 de maio]] de [[1895]] — [[Recife (Pernambuco)|Recife]], [[18 de junho]] de [[1974]]), foi um [[literatura|escritor]] e matemático brasileiro conhecido por '''Malba Tahan''', personagem que criou para narrar suas histórias, passadas com frequência no Oriente.
 
Sob o nome de '''Malba Tahan''' (Ali Iezid Izz-Edim Ibn Salim Hank Malba Tahan), escreveu diversos livros de divulgação da matemática, que o tornaram famoso no Brasil e no exterior. Dentre eles, o mais conhecido sem dúvida é "[[w:O Homem que Calculava|O Homem que Calculava]]", uma coleção de problemas e curiosidades matemáticas apresentada sob a forma de narrativa das aventuras de um calculista persa à maneira dos contos de [[w:As Mil e Uma Noites|''Mil e Uma Noites'']].
 
----
 
==O homem que calculava==
 
*''"Ingrato é aquele que esquece a pátria e os amigos da infância, quando tem a felicidade de encontrar, na vida, o oásis da prosperidade e da fortuna."'' - Beremiz Samir.
 
*''"Da incerteza do cálculo é que resulta o indiscutível prestígio da Matemática."'' - Beremiz Samir.
''
*''"É preciso desconfiar sete vezes do cálculo, e cem vezes do calculista."'' - Provérbio indiano dito pelo rei El-Harit, na anedota contada por Iezid Abul-Hamid.
 
*''"A Geometria existe, como já disse o filósofo, por toda a parte. É preciso, porém, olhos para vê-la, inteligência para compreendê-la e alma para admirá-la."'' - Beremiz Samir.
 
*''"O homem só vale pelo que sabe. Saber é poder. Os sábios educam pelo exemplo e nada há que avassale o espírito humano mais suave e profundamente do que o exemplo."'' - Beremiz ao califa Al-Motacém.
 
*''"O infiel dirá que se trata de simples coincidência! Aquele, porém, que acredita em Deus e tem a glória de seguir os ensinamentos do Santo Profeta Mafoma (com ele a oração e a paz!) sabe que as chamadas coincidências não seriam possíveis se Allah não as escrevesse no livro do Destino!"'' - Beremiz em preleção ao califa Al-Motacém.
 
*''"Cultivar a ciência pela utilidade prática, imediata, é desvirtuar a alma da própria ciência!"'' - Beremiz para o califa e seus convidados.
 
*''"Por ter alto valor no desenvolvimento da inteligência e do raciocínio, é a Matemática um dos caminhos mais seguros por onde podemos levar o homem a sentir o poder do pensamento, a mágica do espírito."'' - Beremiz para o califa e seus convidados.
 
*''"Sem o sonho e a fantasia a ciência se abastarda."'' - Beremiz para o califa e seus convidados.
 
*''"Infeliz daquele que toma sobre os ombros o compromisso de uma dívida cuja grandeza não pode avaliar com a tábua de cálculo de sua própria argúcia. Mais avisado é o que muito pondera e pouco promete!"'' - Sessa ao rei Iadava, na lenda do jogo de xadrez contada por Beremiz.
 
*''"O pior sábio é aquele que freqüenta os ricos; o maior dos ricos é o que freqüenta os sábios!"'' - Marajá Cluzir Schá em saudação a Beremiz.
 
*''"Cultivar o estudo é ação altamente meritória aos olhos de Deus! Propagar a ciência é uma prece! Cultivar a ciência é uma guerra santa!"'' - Atribuido a Maomé segundo Beremiz.
 
*''"No dia do julgamento (...) a tinta gasta pelos sábios e o sangue derramado pelos mártires serão pesados na mesma balança."'' - Atribuido a Maomé segundo Beremiz.
 
*''"Louvado seja Allah, que criou a Mulher, o Amor e a Matemática."'' - Narrador da história de Beremiz.
 
==Ligações externas==
*[http://www.malbatahan.com.br/ Instituto Malba Tahan]
 
 
[[Categoria:Pessoas]]
[[Categoria:Matemáticos do Brasil]]
[[categoria:escritores do Brasil]]
58

edições