Diferenças entre edições de "Nevoeiro"

3 bytes removidos ,  14h05min de 10 de janeiro de 2010
m
sem resumo de edição
m (fonte)
m
 
*“Alguém caminha a meu lado sem rumor, como se tivesse os pés nus... A névoa entra pela boca, ocupa os pulmões. Perto de Canalazzo flutua e se acumula. O desconhecido torna-se cinza, mais leve; se faz sombra... Sob a casa onde fica o antiquário, desaparece de improviso.”
:- ''[[Gabriele D'Annunzio]]''
 
*“Um dia esbranquiçado passava pela janela sem cortinas, entreviam-se as copas das árvores, e mais além a pradaria meio afogada na névoa que fumava ao luar.”
::- ''Qualcuno che cammina al mio fianco senza rumore, come se avesse i piedi nudi... La nebbia entra in bocca, occupa i polmoni. Verso il Canalazzo fluttua e s'accumula. Lo sconosciuto diventa più grigio, più lieve; si fa ombra... Sotto la casa dov'è l'antiquario, egli scompare all'improvviso
:::- ''Liriche, con una scelta di prose‎, [[Gabriele D'Annunzio]] - A. Mondadori, 1965 - 424 páginas
 
*“Um dia esbranquiçado passava pela janela sem cortinas, entreviam-se as copas das árvores, e mais além a pradaria meio afogada na névoa que fumava ao luar.”
:- ''[[Gustave Flaubert]]''
 
*“Névoa por todo lado. Névoa sobre o rio, que flui entre ilhotas e prados verdes; névoa desce o rio, que escorre inquinado entre as filas de barcos e imundície que chega à margem de uma grande (e suja) cidade...”