Drauzio Varella

médico e escritor brasileiro
Drauzio Varella
Drauzio Varella
Drauzio Varella em outros projetos:

Drauzio Varella (nasceu em São Paulo, Brasil, em 1 de janeiro de 1943), médico cancerologista.


  • "O vírus vai chegar aqui e muitos brasileiros serão infectados. E aí você vai me perguntar: você vai continuar andando na rua? Claro, claro que vou. Não acho que se justifique qualquer mudança nos hábitos. (...) De cada cem pessoas que pegam o vírus, oitenta, noventa pessoas têm um resfriadinho de nada".
- Falando sobre a COVID-19 em vídeo de 30 de janeiro
- Fonte: Os Pingos nos Is (Jovem Pan): youtube.com/watch?v=Fu51hbO9fSc — 11 de agosto de 2020
  • "Neste livro procuro mostrar a perda da liberdade e a restrição do espaço físico não conduzem à barbárie, ao contrário do que muitos pensam. Em cativeiro, os homens, como os demais primatas (orangotangos, gorilas, chimpanzés e bonobos), criam novas regras de comportamento com o objetivo de preservar a integridade do grupo. Esse processo adaptativo é regido por um código penal não escrito, como na tradição anglo-saxônica, cujas leis são aplicadas com extremo rigor."
- Obra - Estação Carandiru
  • “Nós não temos nada a aprender com a medicina dos índios”
- Fonte: Revista Isto É! Edição 1851
  • "A Igreja considera que o espermatozóide entra no óvulo dentro do tubo de ensaio, e a partir daí começou uma vida. Então a masturbação masculina é um genocídio."
- citado em Revista Veja, Edição 1898 . 30 de março de 2005
  • "É humilhante a sensação de que a vida se esvai em conseqüência de um descaso pessoal."
- Drauzio Varella, médico e escritor, que quase morreu em decorrência de febre amarela, penitenciando-se por não ter renovado a vacina contra a doença que o acometeu numa viagem à Amazônia; citado em Revista ISTOÉ Gente, edição 283 - 17/01/2005