Abrir menu principal
Diógenes de Sínope
Diógenes de Sínope
Diógenes de Sínope em outros projetos:

Diógenes de Sínope (404 a.C., em Sinope - 323 a.C., em Corinto), filósofo grego.


  • A sabedoria serve de freio à juventude, de consolação à velhice, de riqueza aos pobres e de ornamento aos ricos.
- τὴν παιδείαν […] τοῖς μὲν νέοις σωφροσύνην, τοῖς δὲ πρεσβυτέροις παραμυθίαν, τοῖς δὲ πένησι πλοῦτον, τοῖς δὲ πλουσίοις κόσμον εἶναι.
- conforme citado por Diogenes Laertius, Leben und Meinungen berühmter Philosophen [Vida e Opiniões de filósofos famosos], VI, 68
  • Se eu não fosse Diógenes, também gostaria de ser Diógenes.
(Em resposta a Alexandre, O Grande, quando esse afirmou que gostaria de ser Diógenes, se não fosse Alexandre)
- Laërtius & Hicks 1925, Ⅵ:32; Plutarch, Alexander, 14, On Exile, 15.

AtribuídasEditar

  • "Na casa de um rico não há lugar para se cuspir, a não ser em sua cara."
- In the rich man's house the only place to spit is in his face.
- como citado in: Art in America - Volume 82 - Página 25, Frederic Fairchild Sherman - Brandt Art Publications, 1939
  • "Discurse sobre a virtude e eles passarão como rebanho. Assobie e cante, e terás uma platéia."
- Discourse on virtue and they pass by in droves, whistle and dance the shimmy, and you've got an audience.
- como citado in: Forbes - Volume 141,Edições 1-4 - Página 300, 1988
  • "Para que serve um filósofo, se não para machucar os sentimentos de alguém ?"
- Of what use is a philosopher who doesn't hurt anybody's feelings?
- como citado in: Archetypes of Wisdom - Página 19, Douglas J. Soccio - Wadsworth Publishing Company, 1995 - 678 páginas