Abrir menu principal
Daniel Widlöcher em outros projetos:

Daniel Widlöcher (Paris, 1929) é psiquiatra, doutor em psicologia, experimentador e psicanalista francês.


  • «No início dos anos de 1950(…) os psiquiatras da época achavam as idéias de Freud interessantes, mas sua prática permanecia desconhecida. Não havia quase nada para tratar os casos mais leves, as neuroses, as dificuldades psicológicas. As resistências políticas e religiosas eram fortes: o marxismo, o pensamento científico e o pensamento católico ortodoxo não eram muito favoráveis à psicanálise. Na França, foi preciso muito tempo para qua as pessoas compreendessem que essa prática revolucionária não era uma empreza burgueza, atéia, no sentido de subversiva».
- Entrevista dada à revista L’Express.Fr em 23/08/2004
  • "Como se pode conciliar psicanálise e ciências em seus trabalhos ?Ciência no sentido em que, no domínio da saúde mental, interessâmo-nos a outras práticas de diagnóstico e de tratamentos, e sobretudo às pesquisas orientadas sobre a ação dos medicamentos ou dos mecanismos cognitivos em questão.Assim,os psicanalistas que, como no meu caso, reivindicam várias maneiras de proceder, nem sempre são bem aceitos pelos seus pares, quuando estes defendem uma convivência única da teoria e da prática psicanalíticas".
- Daniel Widlöcher : ‘’Nouvelles cartes de la psychanalyse’’, prólogo, Edições Odile Jacob, Paris, 1996, ISBN 2-7381-03324